• Como cuidar da boca e evitar problemas graves

Especialista consultor do Consulte Aqui dá dicas de como manter a higiene bucal e lista os principais mitos e verdades sobre tratamentos e cuidados odontológicos

Dados da Associação Brasileira de Odontologia (ABO) apontam que 27 milhões de brasileiros nunca foram a um dentista. O número é preocupante, já que uma boa higiene bucal pode evitar uma série de problemas graves, de gengivite ao câncer de boca. E o melhor caminho para prevenir uma doença mais séria é marcar consultas periódicas com um dentista.

Segundo o odontologista consultor do Consulte Aqui, Dr. Antonio Jorge Molinaro, a frequência de visitas a um consultório dentário varia de acordo com a idade. “Muito se fala em consultas anuais, mas a verdade é que elas dependem da idade e da condição de saúde do paciente”, explica. De acordo com o especialista, crianças até 4 anos devem ir ao dentista trimestralmente. Dos 4 aos 18, as consultas passam a ser semestrais e, acima dos 18, as visitas podem ser anuais. “Porém, diabetes, problemas hormonais e o uso de medicamentos podem alterar esses prazos”, ressalta o Dr. Molinaro.

Sensações ao comer e beber dão indícios de que a saúde da boca está comprometida. “Dor ao ingerir doces, alimentos frios ou quentes e dentes com mobilidade são sinais de que podem haver cáries, gengivite, placas bacterianas e doenças periodontais”, enumera o especialista consultor do Consulte Aqui.

É essencial também que o paciente faça autoexames diários na hora de escovar os dentes. Em frente a um espelho, a pessoa deve abrir bem a boca e analisar a cor dos dentes, gengivas, que devem estar sempre rosadas, nunca avermelhadas ou inchadas, e o aspecto da língua. A saburra, uma “camada” branca e viscosa no dorso lingual, é uma das causas da halitose, o popular mau hálito. Portanto, além de passar fio dental, deve-se também limpar a língua a cada escovação.

Porém, para que a escovação dê resultados, é preciso ser feita de maneira correta, seguindo a técnica de Bass. A escova deve ser apoiada gentilmente sobre os dentes em um ângulo de 45 graus. Sem imprimir muita força, deve-se realizar movimentos circulares durante aproximadamente cinco segundos em cada uma das superfícies dos dentes.

Mitos e verdades – Para esclarecer dúvidas a respeito do cuidado que devemos ter com a nossa boca, o especialista consultor do Consulte Aqui separou alguns mitos e verdades sobre a higiene bucal. Confira:

1 – Cárie é uma doença contagiosa.

Verdade. A cárie é uma doença infectocontagiosa e multifatorial, causada por microrganismos que são transmitidos de uma pessoa para outra. “Muitas vezes, ela é transmitida para a criança pela própria mãe”, explica o odontologista. A cárie se desenvolve a partir de diversos fatores, tais como má higiene bucal, dieta rica em açúcares, pH da saliva e até fatores imunológicos.

2 – Enxaguante bucal substitui escovação.

Mito. “Ele ajuda a melhorar a higiene bucal”, esclarece. Mas a escovação ainda é a principal passo dessa higienização. O mais importante é a limpeza com uma escova ultramacia, com uma grande quantidade de cerdas, e a utilização das escovas interdentais, que entram entre os dentes, local onde as escovas convencionais não costumam alcançar.

3 – Excesso de escovação é prejudicial

Verdade. Não é necessário escovar os dentes 5 ou 7 vezes por dia. A frequência exagerada de escovação, principalmente com escovas duras e cremes dentais abrasivos, provoca, com o tempo, a abrasão do esmalte e a retração da gengiva. O importante é a qualidade da escovação, e não a quantidade. Deve-se escovar os dentes de duas a três vezes por dia, sempre com a técnica correta de escovação, com uma escova nova e, por pelo menos, 10 minutos.

4 – Branqueamento dental caseiro é menos eficaz.

Verdade. Os resultados são melhores e mais duradouros quando o tratamento é feito por um profissional. “No clareamento, o paciente é submetido a um procedimento com uma substância que penetra através do esmalte do dente, que é poroso. Esta substância promove uma reação no interior das estruturas dentárias”, explica. Porém, para o sucesso do tratamento, o paciente deve evitar alimentos e bebidas com corantes, além do uso de cigarros, charutos e cachimbos.

5 – Chiclete sem açúcar combate cáries

Mito. Por não conter açúcar, eles ajudam a reduzir os índices de cárie, claro. Mas não combatem a doença e não substituem a escovação. Além disso, mascar gomas pode sobrecarregar as chamadas articulações temporomandibulares (ATMs).

Sobre o Consulte Aqui – Consulte Aqui é uma empresa 100% nacional no mercado brasileiro de agendamento online de consultas médicas. Comandada pelos irmãos e sócios Bruno Ceolin, Rafael Ceolin e Rodrigo Ceolin, naturais de Cuiabá, a empresa conta com o suporte de 26 colaboradores dedicados ao negócio. Entre os diferenciais do Consulte Aqui estão o cuidado minucioso no atendimento ao profissional de saúde, com visitas periódicas dos consultores, equipe de SAC especializada responsável pelo monitoramento dos agendamentos e a promoção e apoio a eventos relacionados à conscientização sobre saúde e qualidade de vida.

Para mais informações acesse o site  e as redes sociais: http://www.facebook.com/consulteaqui, http://www.twitter.com/consulteaqui e http://www.plus.google.com/consulteaqui.

Nenhum comentário:

Mais visualizadas na última semana