• Respiração afeta o condicionamento físico

Fonte: http://www.citevirtual.com/

Especialistas destacam os benefícios de respirar pelo nariz durante a prática esportiva e também no dia a dia.

A prática regular de exercícios físicos traz à saúde benefícios amplamente reconhecidos, como por exemplo, o bom funcionamento dos músculos e ossos e o controle de peso. Mas o que muitos não sabem é que a respiração correta é essencial para garantir os resultados desejados com o treinamento. 

Com o objetivo de orientar a população sobre os benefícios da respiração nasal, a Academia Brasileira de Rinologia (ABR) realiza a campanha “Respire pelo Nariz e Viva Melhor”. Desenvolvida em parceria com a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), a ação busca conscientizar a população sobre a importância da respiração nasal na prática esportiva e também no dia a dia.

“O corpo realiza a respiração de forma involuntária. O ideal é inspirar pelo nariz e expirar pela boca e qualquer alteração nesse procedimento pode ser prejudicial à saúde”, explica o presidente da Academia Brasileira de Rinologia, o otorrino João Telles Jr.

Um dos principais fatores que dificultam a respiração pelo nariz é a obstrução nasal, que pode ser causada por inflamações no órgão. De acordo com o otorrinolaringologista Fabrizio Romano, coordenador da campanha, o esportista que sofre de rinites, sinusites e resfriados, por exemplo, corre mais risco de se desidratar.

“As narinas são responsáveis por aquecer e umidificar o ar e realizam a filtragem do oxigênio. O atleta que realiza a respiração oral sente a boca seca e precisa consumir mais água para repor a umidade com mais frequência do que quem utiliza o nariz”, esclarece.

O médico também alerta para os cuidados com os exercícios de musculação. “Nas academias, é muito comum ver os praticantes realizando a manobra de ‘valsalva’ e segurando a respiração ao levantar peso, o que pode causar hipertensão arterial e outros problemas, como a lesão nos tímpanos. O correto é soltar o ar durante a contração muscular e não prendê-lo”, explica.


Fonte da imagem: http://www.christlikeminds.org/



Esporte de Aventura 


Praticantes de esportes de aventura ou de alta intensidade sofrem ainda mais os efeitos da respiração incorreta. Segundo o médico do esporte Gabriel Ganme, após uma prova de longa duração, como maratonas, triátlons e os giros de ciclismo, os atletas enfrentam um problema chamado de ‘janela imunológica’, quando as defesas do organismo ficam debilitadas.

“A realização de exercícios extenuantes fazem com que o organismo não trabalhe de maneira eficiente. Por isso, é muito comum ver esportistas com infecções nas vias respiratórias inferiores, principalmente em lugares de baixa umidade, quando as narinas não funcionam em plena capacidade. Respirar corretamente minimiza esse problema, porque a janela imunológica será pior em que respira mal”, explica.

O especialista ainda faz recomendações para a prática de esportes de aventura realizados em altitudes elevadas, como trekking, alpinismo e esqui. “Com o ar rarefeito das regiões mais altas há um aumento da frequência respiratória. Por isso, o recomendado é aumentar a hidratação e utilizar umidificador, já que nas montanhas o ar é ainda mais seco”, conclui o Dr. Gabriel Ganme. 

Nenhum comentário:

Mais visualizadas na última semana