• Síndrome de estresse tibial é frequente em atletas de corrida

Joaquim Reichmann,
médico ortopedista e traumatologista
Se você está iniciando carreira esportiva com corridas de médias e longas distancias, é preciso estar atento para os sintomas da síndrome do estresse tibial – popularmente conhecida como "canelite". O problema é caracterizado por uma inflamação ao longo do lado interno do osso da tíbia (região da canela) e, geralmente, é comum em corredores principalmente em quem está iniciando a atividade. O médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann, explica que esse tipo de lesão causa dor contínua e restrita num determinado ponto. "Quando isso acontece, a recomendação é evitar a corrida. Se a pessoa sentir dor ou sensibilidade na região e, se o alongamento alivia esse desconforto, é menos provável que seja uma fratura". Segundo o médico, a dor na canela normalmente está relacionada ao impacto repetido da corrida, que gera microtraumas nessa parte do corpo. Mas existe também uma série de outras possíveis causas, como fraqueza dos músculos da perna, calçados esportivos inadequados ou com muito tempo de uso, treinamento sem orientação, sobrecarga de treinos e alinhamento inadequado dos membros inferiores: pés supinados (quando o atleta apoia mais a parte de fora dos pés ao correr) ou pronados (quando apoia mais a parte de dentro). No caso de inflamação na região da tíbia, a dor é sentida quando a pessoa estende os dedos e realiza exercícios de impacto contra o solo. "Fisiologicamente, isso é uma inflamação nos tendões ou músculos da área. A dor piora gradualmente durante a corrida, porém, em alguns casos, melhora quando o corpo está bem aquecido, mas retorna no final do exercício. Há casos que a dor melhora assim que a corrida termina", enfatiza Reichmann. Como forma de prevenção, Reichmann orienta o seguinte: dosar bem o programa de corrida (distância, frequência e duração); em caso do aparecimento de sintomas, procurar um ortopedista especializado na área esportiva para fazer o diagnóstico e o tratamento adequado; seguir o programa de reabilitação conforme orientação médica; aplicar gelo, hidroterapia e exercícios de flexibilidade, resistência e força muscular, pois contribuem para a recuperação do atleta; usar tornozeleiras e calçados com amortecedores para diminuir os riscos de fraturas de estresse.

• Orientações sobre o Zika Vírus para a saúde do binômio mâe-bebê

O Zika Vírus é a doença viral mais falada da atualidade e associada a uns dos seus principais efeitos, a microcefalia, foi considerado uma emergência internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Foi descrita na África em 1947 e, chegou as Américas em 2014 e provocou uma epidemia no Brasil, graças a dificuldade de eliminação de seu principal vetor – o mosquito Aedes Aegypti. De acordo com a médica Dra Luísa Aguiar da Silva (CRM 15992), especialista em ginecologia e obstetrícia pela Federação Médica Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. “A evolução da doença costuma ser benigna e a maior preocupação gira em torno das gestantes que depois de infectadas podem transmitir aos seus filhos a síndrome do Zika congênito e todas as suas catastróficas manifestações”, diz. Dra Luísa sugere que especialmente as gestantes sigam algumas orientações, como usar repelentes e roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, para prevenir a picada do mosquito. “A doença ainda é cheia de mistérios e a prevenção é o melhor remédio”, conclui. Dicas indispensáveis para a saúde do binômio mâe-bebê: 1) usar repelente diariamente respeitando a especificação do fabricante quanto ao tempo de reaplicação; 2) optar por roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia – já que o mosquito possui hábitos diurnos; 3) evitar viagens para áreas com muitos casos confirmados e suspeitos; 4) telas nas janelas de casa; 5) combater a proliferação do mosquito por meio da eliminação da possibilidade de contato entre mosquitos e água armazenada em qualquer tipo de depósito, mantendo-se os reservatórios ou qualquer local que possa acumular água, totalmente cobertos, 6) denunciar focos suspeitos a secretaria de saúde do seu município. Sobre Dra Luísa Aguiar da Silva - médica formada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). É especialista em ginecologia e obstetrícia (Hospital Conceição, Porto Alegre/RS) e uroginecologia (Universidade Federal de SP - UNIFESP). Possui título de especialista em ginecologia e obstetrícia pela Federação Médica Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia e é membro da Associação Internacional de Uroginecologia (IUGA). Atualmente atende na Clínica Urogine, com mais de 25 anos de tradição em Florianópolis/SC e é professora do sistema materno infantil, na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Sobre a Clínica Urogine - Clínica especializada em ginecologia e obstetrícia, há mais de 25 anos em Florianópolis. Está localizada à Rua Santos Dumont, 182 – sala 1105 - Edifício Life Medical Tower – Centro. Aberto das 8h às 20h. Mais informações contato@urogine.com.br e (48) 3224-7405. Redes sociais: Instragram: @urogine e Facebook: Urogine

• Ano Novo, Alimentação Nova!

• equipe técnica Stevita Início de ano é sempre momento de colocar em prática todas aquelas promessas que deixamos para depois. Para quem quer ter uma alimentação mais saudável neste ano, um bom começo é substituir alimentos considerados vilões para a saúde por opções mais naturais – sem abrir mão do sabor, é claro! O açúcar, por exemplo, é apontado como grande responsável por diversas doenças em todo mundo e a Organização Mundial da Saúde (OMS) já declarou guerra ao produto. A sugestão é substituí-lo pela estévia e produtos feitos à base deste adoçante natural. Entre os benefícios do consumo de estévia estão: • É natural, pois é feita a partir da stevia rebaudiana, planta naturalmente doce originária da América do Sul, da qual se se extrai o edulcorante (glicosídeos de esteviol) que tem poder de dulçor até 300 vezes maior do que o açúcar de cana; • É ideal para ser consumido por diabéticos, pois estudos demonstraram que pode ter efeitos benéficos nos níveis de insulina e glicose no sangue; • Como é natural, é o adoçante mais indicado para gestantes e crianças; Inibe a formação da placa e da cárie dental, reduzindo o crescimento indesejado de bactérias na boca (protege do sangramento, inflamações das gengivas, cáries e tártaro); • Não contém ingredientes artificiais; • Pode ser utilizado em preparações culinárias, pois suporta altas temperaturas sem perder o efeito. No Brasil, o mercado da estévia vem crescendo cada vez mais e a indústria tem investido em pesquisa para desenvolvimento de produtos que levam a planta ao invés de açúcar e outros adoçantes sintéticos em sua formulação. De olho na alimentação dos brasileiros, a *Stevita (www.stevita.com.br) foi a primeira indústria do ocidente a ter uma plantação própria para processar a folha de estévia. A fabricante de alimentos sediada em Maringá (PR) foi a pioneira na produção do primeiro adoçante realmente saudável do mercado brasileiro e hoje tem em seu portfólio diversos produtos adoçados com estévia como achocolatado, Chocolate 98% Cacau, cookies, além de adoçante para forno e fogão e versão de bolso em forma de comprimidos. A busca por uma alimentação mais saudável pode ser mais simples do que se imagina e nada melhor do que um novo ano para melhorar os hábitos alimentares e, consequentemente, a saúde.

• Botox capilar: o que é e como age nos cabelos


Creme com botox proporciona dois tipos de tratamentos para os fios Cada vez mais comum no que diz respeito a tratamentos de beleza, o botox é o nome popularmente conhecido da toxina botulínica, uma substância produzida naturalmente por certas bactérias e que, quando purificada artificialmente, é capaz de atuar na pele humana e causar um efeito tensor. Por isso, o botox é amplamente utilizado para atenuar ou prevenir o aparecimento de rugas e linhas de expressão. Além disso, a toxina botulínica é utilizada também em tratamentos capilares. Sua ação nos fios proporciona uma hidratação profunda, além de reparar os fios e corrigir possíveis danos, deixando-os mais pesados e lisos. Por isso, a substância é usada em processos de alisamento, oferecendo a vantagem de não ter formol em sua composição e de não causar danos às madeixas. Para o cabeleireiro e embaixador do site iCabelos, Gil Prando, o componente é uma alternativa para pessoas que querem deixar os fios lisos com mais segurança e beleza. “O botox age no interior da fibra capilar, recuperando e alisando os cabelos de dentro para fora. Isso gera resultados potentes e duradouros nos fios”, afirma. A substância é utilizada como princípio básico de dois tratamentos distintos. O primeiro deles é a escova de botox, que tem como objetivo deixar os fios mais lisos, com menos frizz e volume controlado. O procedimento é muito indicado para pessoas com cabelos cacheados, já que é capaz de agir sobre eles ao mesmo tempo que os hidrata. A escova de botox também é indicada para pessoas que já possuem os cabelos lisos, mas que querem deixar os fios controlados e com aspecto mais vibrante. Por se tratar de um procedimento mais intenso, a escova de botox requer a utilização de outros componentes químicos, que irão atuar nos cabelos para deixá-los com a modelagem desejada. Devido a essa ação mais forte, é interessante procurar a opinião e o acompanhamento de um profissional para a realização da escova. Além disso, é importante certificar-se sempre de que os produtos utilizados são de boa qualidade e oferecem os resultados esperados, como o Hair Botox Lola Vintage Girls, da Lola Cosmetics. Outra forma de utilização da toxina é na reconstrução de botox. Neste caso, a substância age no interior da estrutura dos fios, promovendo a recuperação de seus danos. Ao reconstruir a fibra capilar, o procedimento corrige todas as falhas e ajuda a selar as cutículas– com isso, o tratamento também previne o aparecimento de novos danos, deixando os fios mais saudáveis e, ao mesmo tempo, protegidos. O botox faz com que as moléculas se unam de modo a formar uma rede de ligações firme e resistente, que deixa os cabelos mais fortes e brilhantes. Como não se trata de um procedimento que irá alterar a estrutura dos fios, a reconstrução de botox pode ser realizada com mais frequência. O tratamento deve ser feito sempre que a pessoa perceber que eles estão porosos, elásticos ou extremamente frágeis. Produtos como o Fiberceutic Intra-Cylane, da L`Oreal Professionnel, e o Botox Absolute Repair, da Grandha, estão entre os mais indicados por profissionais. Sobre o iCabelos O iCabelos é um e-commerce especializado em soluções personalizadas para cada tipo de cabelo. Lançado em 2015, o site tem o objetivo de facilitar a vida da mulher para qualquer questão relacionada a cabelos, respeitando suas escolhas e valorizando sua liberdade.
Site: www.icabelos.com.br
Facebook: www.facebook.com/icabelos
Gil Prando: www.facebook.com/gilprandooficial

• Excesso de exposição solar pode causar câncer bucal


Fonte da foto: brooksidedental.com/
O especialista em saúde bucal, Dr. Sérgio Kignel, destaca que o sol em demasia pode originar tumores nos lábios, região altamente sensível e suscetível a lesões

O câncer bucal é caracterizado pelo aparecimento de tumores que afetam lábios e interior da cavidade oral, como os tecidos das gengivas, mucosa jugal (bochechas), palato duro (céu da boca), língua e sua região inferior (assoalho). O Inca, Instituto Nacional do Câncer, estima que, em 2016, aproximadamente 15 mil pessoas apresentarão casos da doença no país.

Um dos principais causadores do câncer bucal, especificamente na região do lábio, é permanecer no sol durante períodos prolongados, como explica o Dr. Sérgio Kignel, especialista em saúde bucal e Estomatologia. “A exposição excessiva aos raios solares pode provocar inflamações no lábio inferior, conhecidas como queilite actínica que podem se desenvolver para tumores.É importante destacar que a manifestação da doença é mais comum na região labial, pois a pele dessa área possui poucas camadas de proteção e é suscetível a pequenos ferimentos”.

Para prevenir o problema, o ideal é utilizar, diariamente, protetores solar e labial com alto nível de bloqueio solar, que também evitam rachaduras e lesões na sensível pele dos lábios. Uma boa higiene bucal, próteses ou aparelhos dentários bem colocados e com a manutenção em dia também são importantes fatores de precaução, além de consumir bebida alcóolica moderadamente e não fumar.

Em caso de feridas semelhantes a aftas que não cicatrizaram após 15 dias, manchas esbranquiçadas, inchaços e caroços nos lábios ou na mucosa interna da boca, procure um especialista. “O sucesso do tratamento contra o câncer de boca depende de um rápido diagnóstico. Em caso de tumores em fase inicial, a chance de cura gira em torno de 80%, seja por meio de radioterapia ou cirurgia para remoção da lesão”, conclui Dr. Sérgio Kignel.


Sobre o Dr. Sérgio Kignel

O Dr. Sérgio Kignel é especialista em Estomatologia, professor titular de Semiologia da UNIARARAS e Mestre e Doutor em diagnóstico bucal pela FOUSP-SP, sendo considerado uma das mais respeitadas referências em diagnóstico oral no Brasil. 

À frente da tradicional Clínica Kignel, em São Paulo, o Dr. Sérgio é uma autoridade em neoplastias bucais, congressista nacional e internacional e autor de livros como “Diagnóstico Bucal” e “Estomatologia, base do diagnóstico para o clinico geral”, única obra de Odontologia a receber o 1º lugar do concurso Jabuti, em ciências da saúde.  





• Não consigo engravidar! Como saber se é a hora de procurar ajuda médica

A conquista natural de uma gestação é uma realidade para 85% dos casais saudáveis na faixa dos 30 anos. De acordo com os dados médicos, os outros 15% precisam de tratamentos que auxiliam com técnicas e procedimentos que poderão tornar real o sonho de ter um filho.

Para ser diagnosticado com problemas relacionados à fertilidade é necessário que o casal tente, primeiro, engravidar naturalmente, passado esse período homem e mulher devem consultar com uma equipe médica especializada em métodos de reprodução assistida para investigar as possíveis causas da infertilidade.

Infertilidade não escolhe gênero
São inúmeros motivos que levam à infertilidade e o problema não está ligado diretamente à mulher ou ao homem, os dois apresentam os mesmos índices de problemas, que podem ser ocasionados por disfunções hormonais, cirurgias nos órgãos reprodutivos, estilo de vida ou doenças não tratadas, como endometriose (nas mulheres) ou varicocele (nos homens).

Ao identificar as causas os médicos especialistas irão recomendar o tipo de tratamento mais adequado para cada casal. As técnicas de reprodução assistida podem ser mais simples, como a indução da ovulação e a inseminação artificial, ou mais complexas como a fertilização in vitro.

Diferentes técnicas de reprodução assistida
O ginecologista, Dr. Jean Louis Maillard (CRM-SC 9987 – RQE 5605), explica alguns procedimentos que podem ser utilizados desde os mais simples até os mais complexos:

– Indução da ovulação: Em alguns casos de infertilidade é necessário que se tenha uma resposta melhor do ovário. Para isto faz-se uma indução da ovulação. Existem várias formas de conseguirmos isto através de medicação via oral ou injetável. O controle é feito por US transvaginal e dosagens hormonais. Em todas as técnicas de reprodução assistida utiliza-se indução da ovulação para que se tenha maior resultado positivo.

– Coito programado: Com essa técnica também é realizada a indução da ovulação e definida a data para a atividade sexual, de acordo com a resposta do organismo da mulher aos medicamentos.

– Inseminação artificial: A inseminação intrauterina (artificial) é um procedimento onde, após a indução da ovulação, o esperma processado e concentrado é colocado diretamente na cavidade uterina com auxílio de equipamentos específicos. Estudos mostram que a taxa de gravidez após a inseminação artificial pode variar muito, dependendo de múltiplos fatores. No entanto, de um modo geral ela é bastante significativa (em torno de 20%).

– Fertilização in vitro: A primeira parte do tratamento é coletar os gametas (óvulos e espermatozoides) e prepará-los para o procedimento. Posteriormente as células reprodutivas coletadas são acondicionadas em um local que simula as condições das trompas, em uma ação feita pelo médico embriologista fora do organismo. Os embriões obtidos com a Fertilização in Vitro ficam em uma incubadora por até cinco dias, se o processo evoluir no meio de cultura, os chamados de pré-embriões são colocados no útero da mulher. O processo é indolor e após 12 dias é realizado um exame de sangue (Beta HCG) para saber se ocorreu gravidez. "O sucesso da fertilização assistida depende da qualidade dos espermatozoides, dos óvulos e da receptividade do endométrio, sendo de grande importância a qualidade do Laboratório de Reprodução Assistida", explica o médico.

Não espere muito para procurar ajuda médica
Ao contrário do que muitas pessoas podem imaginar, buscar auxílio médico em uma situação de infertilidade pode não custar muito, dependendo das causas do problema as técnicas mais simples podem ser suficientes para conquistar a gravidez, por isso, dizer que a reprodução assistida é uma alternativa para poucas pessoas não é verdade.

Quem está tentando engravidar há mais de um ano e não consegue deve procurar um médico. Quanto menos tempo esperar, melhorar. A idade da mulher influencia na qualidade de seus óvulos e os médicos serão sempre os profissionais indicados para tirar as dúvidas e prescrever o tratamento correto.

Sobre a Clínica Fecondare: A clínica Fecondare é especializada em medicina reprodutiva. Multidisciplinar, a equipe é constituída por profissionais da área da ginecologia, psicologia e embiologia. Responsável técnico: Ricardo Nascimento - CRM 3198 - RQE 2109

• Especialista dá 7 dicas para dormir melhor

Fonte: http://www.bphope.com/

Com o estresse e a correria do dia a dia está cada vez mais difícil relaxar e ter uma boa noite de sono. A especialista em sono Ester London, chefe do serviço de neurologia do VITA Batel e responsável pelo Laboratório do Sono do hospital, dá sete dicas para dormir melhor:

• Procure deitar e levantar no mesmo horário todos os dias;

• Tenha um ambiente adequado, confortável, sem barulho e escuro para se deitar;

• Não tome muitas bebidas cafeinadas durante o dia e, principalmente, após as 17h;

• Evite ingerir álcool à noite, pois acaba fragmentando o sono;

• Pratique atividade física diariamente – Exercício aeróbico, por no mínimo 40 minutos de três a quatro vezes por semana ajuda na qualidade do sono. As atividades devem ser realizadas até às 18h;

• À noite, prefira refeições leves, a base de proteínas;

• Evite assistir TV no quarto e usar smartphone, tablet e computador nos minutos que antecedem a hora de dormir: Pessoas que utilizam os aparelhos quando vão deitar, estão mais propensas a ter insônia, dormir mal, dormir poucas horas e consequentemente, sentir mais cansaço ao longo do dia seguinte.

Segundo a médica, uma noite mal dormida acaba atrapalhando o dia a dia, causando dificuldade de concentração, alteração da memória, distúrbios do humor,  sonolência excessiva durante o dia (SED), fadiga crônica, indisposição e problemas cognitivos que prejudicam o desempenho no dia a dia, nos estudos e aumenta os riscos de acidentes de trânsito e de trabalho. De acordo com Ester, atualmente, as pessoas dormem cada vez mais tarde e acordam cada vez mais cedo, gerando um acúmulo de cansaço. Cerca de 30% dos adultos roncam – o que não significa um problema grave – mas, por outro lado, estima-se que, em 5% dos casos, o ronco está associado à apneia do sono. Neste distúrbio, o individuo para de respirar por alguns segundos diversas vezes por hora, fazendo com que acorde várias vezes ao longo da noite.

Ter qualidade de sono é extremamente importante, o sono tem uma série de funções, serve para restaurar tudo que foi perdido durante o dia. Os hormônios – do crescimento, insulina, produção de corticoides – importantes para as funções vitais são produzidos à noite. “Durante o sono, a pressão arterial diminui, o batimento cardíaco relaxa e isso é essencial para a saúde. Independe da idade – crianças, adolescentes, adultos e idosos”, explica. Além disso, tudo o que aprendemos durante o dia será fixado no período da noite, durante o sono.

• Distúrbios do sono – Estão classificados em oito categorias, dentre as quais as principais são: insônias, distúrbios respiratórios relacionados ao sono (apneia do sono), hipersonias e distúrbios do ritmo.

• Polissonografia – Além de ser indicado para diagnosticar apneia, o exame também serve para estudar outros distúrbios do sono, como roncos, insônia, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes (bruxismo), fibromialgia e outros.

O exame é realizado no Laboratório do Sono, no qual é reproduzido o ambiente de um quarto, onde o paciente passa a noite e tem o sono monitorado por um técnico e por câmeras e eletrodos que registram a respiração, movimento abdominal, movimentação de pernas, oxigenação sanguínea, atividade cerebral, ronco, monitorização cardíaca. Com o exame é feito um estudo complexo que investiga as causas das noites mal dormidas. A partir dos resultados, o médico tem as informações necessárias para tratar o problema do paciente

• Especialista dá seis dicas de cuidados durante viagens longas

Fonte: http://raleigh.happeningmag.com/
Saiba como evitar problemas causados pela trombose nas pernas

No período de férias aumentam os casos de trombose venosa, já que é nesta época do ano que ocorrem as viagens mais longas, seja de carro ou de avião. Para não atrapalhar o passeio e evitar dores de “cabeça” é indicado tomar alguns cuidados para e prevenir o problema.

A trombose venosa profunda (TVP), conhecida por trombose, é um problema causado pela formação de coágulos no interior das veias. Pode ocorrer durante ou após viagens, e está relacionada com a imobilidade prolongada e com fatores de risco do próprio viajante. “O desprendimento destes coágulos pode resultar em embolia pulmonar, condição potencialmente fatal e que deve ser tratada o mais imediatamente possível”, explica Jorge Timi, cirurgião vascular e chefe do serviço de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital VITA.

De acordo com o especialista, cada caso deve ser tratado de forma individualizada. O médico explica que pessoas com idade acima dos 50 anos que vão fazer viagens com mais de seis horas de duração devem procurar um médico para uma avaliação. Existem métodos profiláticos de trombose venosa para o risco desta situação, mas o tratamento preventivo deve levar em consideração caso a caso, já que cada pessoa deve ser tratada de forma individualizada. Além disso, para pessoas que têm doenças crônicas ou histórico de trombose na família essa avaliação já deve ser feita mesmo antes dos 50 anos.

Dicas para evitar trombose nas viagens:

1 - Enquanto aguarda o embarque caminhe;
2- Mantenha-se hidratado;
3 - Evite uma alimentação pesada antes da viagem;
4 - Não consuma bebida alcóolica, pois desidrata;
5 - Use roupas confortáveis, que não apertem;
6 - Evite ficar sem movimentar as pernas por um período muito longo.

Sintomas - Os principais sinais e sintomas da TVP são dor na perna acompanhada de edema (inchaço), vermelhidão e calor local.

Diagnóstico - Para identificar os sintomas da TVP, além da avaliação clínica do paciente, o médico faz uma ultrassonografia chamada Ecodoppler colorido venosos das pernas, para complementar o diagnóstico.

Feito o diagnóstico, o paciente será tratado da trombose, que também é prevenção da embolia pulmonar.

• Mitos e verdades sobre emagrecimento

Para algumas pessoas ter um corpo magro não é só questão de estética, mas também de saúde. Entretanto, segundo a médica Daniele Tokars Zaninelli, endocrinologista do Hospital VITA, muitos podem exagerar nas dietas, no uso de medicamentos e atividades físicas para chegar ao resultado desejado.  Para desmitificar este tipo de emagrecimento a qualquer custo, recorrendo a inúmeras tentativas de dietas “milagrosas” e focar no emagrecimento saudável, a especialista pontua alguns mitos e verdades sobre o emagrecimento. 1. Dieta do HCG – O uso de HCG leva à perda de peso? Não. O que leva à perda de peso é a dieta altamente restritiva que costuma ser orientada em associação ao HCG (Gonadotrofina Coriônica Humana, é um hormônio produzido em mulheres durante a gravidez). Como não leva em conta a reeducação alimentar, o reganho de peso é comum. Todos os trabalhos científicos realizados nas últimas décadas mostraram que esse tratamento, além de ineficaz, pode trazer grandes riscos à saúde. O HCG não é capaz de controlar o apetite ou reduzir a gordura corporal. 2. Dieta sem glúten emagrece? Não. Os alimentos sem glúten não são menos calóricos do que os tradicionais, e, portanto, não servem para emagrecer. Algumas pessoas perdem peso por que ao tirar o glúten da dieta acabam trocando alimentos ricos em açúcar e gordura por outros mais saudáveis, mas não é a ausência do glúten que emagrece. 3. Noz da índia – nem segura nem eficaz. Verdade. Vem sendo utilizada irregularmente com a promessa de emagrecimento. Tem efeito laxativo, e alguns casos de toxicidade têm sido relatados. Não existem estudos que demonstrem eficácia ou segurança de seu uso para perda de peso. É importante ter muito cuidado com substâncias anunciadas como milagrosas. Existe ainda o risco de comercialização do produto com outras substâncias não conhecidas “misturadas” à formulação, o que pode aumentar ainda mais o risco de seu consumo. 4. Perder peso lentamente é melhor do que uma perda mais rápida. Mito. Estudos mostram que a chance de recuperar o peso a longo prazo é semelhante nas duas situações. Muitas vezes os pacientes se sentem mais motivados ao apresentar resultados rápidos, o que pode encorajá-los a manter os novos hábitos. É fato que poucas pessoas conseguem manter o peso perdido com o passar do tempo, pois a perda de massa corporal é encarada como uma situação de risco, e, como um mecanismo de defesa, o organismo luta para recuperar o peso perdido. Pesquisas mostram que uma vigilância constante aumenta as chances de sucesso na manutenção do peso perdido. 5. O tipo de dieta define o sucesso do emagrecimento. Mito. O que define a perda de peso não é a composição da dieta, mas sim o balanço entre o consumo calórico e os gastos diários. Ao invés de adotar uma “dieta da moda”, é importante lembrar que emagrecer não depende da escolha de uma dieta específica, mas de mudanças no estilo de vida que devem ser mantidas a longo prazo. Pesquisas mostram que pessoas que tomam café da manhã, controlam o peso regularmente, assistem menos de 10 horas de televisão por semana, se exercitam em torno de 1 hora por dia e adotam uma dieta hipocalórica são as que obtém os melhores resultados. 6. Para emagrecer basta “fechar a boca”. Mito. As evidências científicas mostram uma clara associação entre o aumento da gordura corporal e alterações funcionais e estruturais no cérebro. A obesidade precisa ser reconhecida como uma doença crônica e merece tratamento especializado, o que muitas vezes requer o uso adequado de medicações. 7. A prevenção da obesidade começa antes do nascimento.

Verdade. Estudos indicam que cerca de 20% dos bebês já nascem com excesso de peso. É importante que a família mude seus hábitos ainda no momento do planejamento familiar, pois filhos de mães que engravidam acima do peso ou ganham muito peso na gravidez têm um maior risco de se tornar obesos e de desenvolver doenças como diabetes e problemas cardiovasculares durante a vida. E não é só o peso da mãe que importa. Estudos recentes mostram que pais obesos também podem contribuir para a tendência de seus filhos ganharem peso ao longo da vida. 8. Dormir bem é importante para manter um peso saudável Verdade. Quem dorme pouco tende a sentir mais fome e menos saciedade, além de preferir alimentos mais calóricos e praticar menos exercícios físicos. Pessoas que dormem pouco passam mais tempo consumindo alimentos e bebidas calóricas – muitas vezes sem perceber - o que pode estar associado a hábitos como assistir televisão e ficar ao computador.

• 11 benefícios do limão para a saúde

Fonte: http://www.freeimageslive.co.uk/

Fruta auxilia no emagrecimento e na redução do colesterol O limão, além de refrescante, possui benefícios para a saúde que vão do auxílio na redução de peso e até no controle do colesterol. Segundo a nutricionista credenciada da Paraná Clínicas, Dagmarcia David, a fruta é rica em ácido cítrico, que potencializa a dissolução de gorduras e toxinas.
A especialista explica que não há contraindicações no consumo e podem ser incluídas na alimentação até uma unidade por dia. “Embora o limão tenha um sabor ácido, ele auxilia na manutenção do pH alcalino sanguíneo, que traz efeitos positivos na balança e para a nossa saúde. Em um meio alcalino (pH superior à 7) as células do sangue liberaram toxinas de forma mais eficiente, diminuindo o processo inflamatório, potencializando a perda de peso, diminuindo o cansaço, o envelhecimento precoce, bloqueia radicais livres, além de evitar doenças mais graves como osteoporose e câncer”, menciona. Entre os benefícios do limão também está a melhora do sistema imunológico, no combate aos resfriados e gripes. Para quem tem hipersensibilidade nos dentes, orienta-se usar canudo para evitar o contato excessivo do limão com o esmalte dentário. Cuidado com o sol após espremer o limão. Após manejá-lo, devem-se lavar bem as áreas da pele que entraram em contato com o alimento para evitar manchas. Entre os benefícios do limão podemos destacar: • Ativa o sistema imunológico • Combate a ansiedade e a depressão • Auxilia na dissolução de cálculos renais • Promove a limpeza das artérias • Aliado na luta contra o ácido úrico • Ajudar a emagrecer • Facilita a digestão • Melhora a saúde dos olhos • Purifica o organismo • Limpa a pele • Hidrata o sistema linfático

• A importância da vitamina D e do cálcio para a saúde muscular e óssea

Joaquim Reichmann, médico ortopedista e traumatologista
As bases para uma boa estrutura óssea são formadas em idade precoce. Os hábitos alimentares e outros fatores do estilo de vida desempenham papel importante na determinação da saúde dos ossos ao longo da vida e, assim como o cálcio, a vitamina D é essencial para manter a composição muscular e óssea saudável.

Para compreender a importância do cuidado à saúde óssea e muscular, primeiramente é necessário conhecer um pouco mais sobre a função de cada um deles. O osso é definido por uma estrutura formada por tecido ósseo, ou seja, um tipo de tecido conjuntivo rígido marcado pela presença de cálcio, fibras de colágeno e proteoglicanas. Estes órgãos se unem aos demais por articulações para formar o esqueleto do corpo. Entre suas diversas funções estão a sustentação dos tecidos moles, proteção de órgãos, mobilidade, armazenamento e liberação de minerais na corrente sanguínea, produção de células do sangue e reserva de energia (triglicérides).

Já, os músculos são os tecidos responsáveis pelos movimentos, tanto os voluntários, com os quais há interação com o meio ambiente, como os movimentos dos órgãos internos - o coração ou o intestino, por exemplo.

Segundo o médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann, para que os ossos sejam fortes, é fundamental que os músculos estejam saudáveis. A vitamina D é um dos fatores essenciais neste processo, pois é responsável por carregar o cálcio para dentro do osso. Além disso, representa um fator determinante para aumentar ou manter a massa muscular.

Reichmann explica que a vitamina D está presente em alimentos como ovos, queijos gordos, óleo de peixe, entre outros. No entanto, alerta que não é fácil alcançar às recomendações diárias somente com alimentação e, por isso, a exposição solar é importante. "O problema é que dificilmente as pessoas se expõem ao sol sem a proteção de um filtro solar e, por isso, é frequente a insuficiência ou até mesmo a deficiência de vitamina D".

O médico ressalta ainda que a ingestão de cálcio através de alimentos ou suplementos ajuda a manter os ossos fortes por mais tempo. O leite e seus derivados (queijos e iogurtes) são as melhores fontes alimentares de cálcio e devem ser ingeridos diariamente. "Mas somente o hábito de tomar leite ou ingerir cálcio com vitamina D não basta. Para que ele não seja eliminado, necessitamos também de fixadores do cálcio (alendronatos e residronatos)", justifica Reichmann.

Evitar alguns hábitos como o fumo, bebidas alcoólicas e café, além de adotar medidas como a prática de exercícios físicos diariamente e exposição no sol durante 10 a 15 minutos pela manhã contribuem para manter a saúde dos ossos e músculos.

• Confira 3 receitas deliciosas para deixar o verão mais leve e saudável


Para manter a dieta e o organismo funcionando bem, que tal refeições leves e saborosas? Confira alguns pratos deliciosos com fibras para celebrar a chegada da estação mais quente do ano.

Verão é época de churrasco no fim de semana, camarão frito na praia e muitos drinks à beira da piscina. Mas, no calor, essa comilança não cai nada bem – além de trazer diversos malefícios se consumidos em excesso. Que tal aproveitar o verão e investir em receitas saudáveis? Para ajudar nessa missão, a MIP Brasil Farma selecionou três pratos – tem até sobremesa! – todos deliciosos e cheios de nutrientes e fibras. 

Fibras no cardápio? Sim! Incluí-las nas refeições vai proporcionar um verão repleta de leveza e saúde. Seu consumo melhora o funcionamento intestinal, reduz os níveis de colesterol e glicose no sangue e facilita a digestão, além de promover a sensação de saciedade. Sem contar que consumir fibras ajuda a emagrecer.

"A ingestão de fibras pode ser facilitada com a ajuda de suplementos que existem justamente para auxiliar a vida de quem não tem tempo de ir para a cozinha ou ingerir alimentos com fibras", explica Cristiane Spricigo, nutricionista e consultora de Livina Fibras, da MIP Brasil Farma.

Duas gomas diárias de Livina Fibras supre 70% da necessidade diária de fibras solúveis. Elas estão à venda nas farmácias nos sabores tangerina e ameixa e não é necessário dissolvê-las em água nem guardar na geladeira. Elas podem ser consumidas a qualquer hora e em qualquer lugar, até o limite de 2 gomas por dia.

Confira três receitas – uma de entrada, outra de prato principal (foto) e uma sobremesa – e capriche nos pratos leves e com fibras nesta temporada:

ENTRADA
Palmito Pupunha Assado com Mix de Sementes

Ingredientes: 

1 kg de pupunha cortado ao meio
2 colheres de sopa de azeite extravirgem
Galhos de alecrim
1 colher de sopa de gergelim preto
1 colher de sopa de gergelim branco
1 colher de sopa de linhaça dourada
1 colher de sopa de semente de girassol
Sal a gosto

Modo de preparo: Em um papel-alumínio colocar o palmito e fechá-lo. Levar ao forno preaquecido a 160°C. Retirar o palmito do forno, abrir o papel-alumínio e acrescentar o sal, o azeite e o alecrim. Levar ao forno novamente a 200°C por, aproximadamente, dez minutos ou até dourar. Misturar o gergelim branco e preto, a semente de linhaça dourada e a semente de girassol e salpicar no palmito quando for servir.

PRATO PRINCIPAL
Cuscuz de Quinoa com Castanhas

Ingredientes:

1 xícara (chá) de quinoa mista em grão
¼ de xícara (chá) de cebola roxa cortada em cubos pequenos
1 xícara (chá) de tomate cortado em cubos pequenos
1 ½ xícara (chá) de água
1 colher de sopa de linhaça dourada
¼ de xícara (chá) de castanhas variadas picadas
1 colher de sopa de hortelã picada
Sal a gosto
1 colher de sopa de raspas de limão 
1 colher de sopa de azeite

Modo de preparo: Cozinhe a quinoa em água fervente por 25 minutos, com a panela parcialmente tampada, até a água secar. Reserve e espere esfriar. Em uma vasilha, misture todos os ingredientes, incluindo a quinoa fria. Tempera com sal. Para servir, decore com hortelã e nozes picadas.

SOBREMESA
Brigadeiro de Damasco

Ingredientes:

100 g de damasco
3 colheres de sopa de nibs de cacau
3 colheres de sopa de coco em lascas
Amêndoas Laminadas

Modo de Preparo: Em um miniprocessador, coloque o damasco até ele ficar bem pastoso e sem nenhum pedaço. Adicione as lascas de coco e processe até misturar bem. Adicione o cacau e bata mais um pouco. Com a ajuda de duas colheres molde os brigadeiros e faça as bolinhas (fica em uma consistência mole para enrolar com as mãos). Passe nas lascas de amêndoas para finalizar, quebre elas antes de passar para conseguir cobrir todo o brigadeiro.

Sobre MIP Brasil Farma — A MIP Brasil Farma é a representante brasileira do segmento de Medicamentos Isentos de Prescrição Médica. Com escritório administrativo localizado na cidade de São Paulo (SP), a empresa é focada na comercialização de um portfólio exclusivo no Brasil de marcas e linhas de produtos – especialmente dermocosméticos e nutracêuticos – que têm a inovação, segurança e eficácia comprovadas como principais características. A MIP tem como missão ajudar as pessoas a descomplicar a vida com escolhas inteligentes sobre o seu corpo e sua saúde para que se sintam bem, mais livres e bonitas. Para mais informações, acesse mipbrasilfarma.com.br . Acompanhe a MIP no FB: www.fb.com/mipbrasilfarma e no Instagram: @mipbrasilfarma.


• Preventivo homeopático na gravidez: As gotas que protegem o futuro do bebê (II parte)

Fonte da imagem: surrogacyinformation.com/wp-content/uploads/2014/06/shutterstock_158909303.jpg
Referente ao tratamento preventivo durante a gestação, lembro que a autoestima e a concentração de bons pensamentos aliada à gratidão formam um eficiente repelente natural. Ao final do texto, segue um protocolo de tratamento homeopático preventivo que ajudará a alcançar o equilíbrio mental e emocional para você ter condições de manter-se mais segura frente às adversidades.

Somente quem é mãe ou quem está grávida tem condições de avaliar o que uma ameaça de risco para a saúde de seu filho pode afetar seu ânimo. Por isso, a homeopatia é tão fantástica. Quase 1/3 da população mundial já se tratou ou se trata com a homeopatia. No Brasil, até 1940, quase 70% da população fazia uso e comprova até hoje seus relatos de eficácia.

Use e divulgue a homeopatia. Estude para aprender a proteger sua família de qualquer adoecimento, seja doença aguda como malária, dengue, zika ou crônica, como diabetes, Alzheimer, câncer, uso de drogas etc. Uma parcela do curso é menos da metade do valor de uma consulta e você terá condições de beneficiar a si e a todos que conhece com o que existe de mais avançado em tratamento no mundo.

Atualmente, a própria alopatia está seguindo os passos da homeopatia em muitos tratamentos, porém de forma distorcida. Estes novos remédios causam mais benefícios do que os antigos, mas ao mesmo tempo não propiciam todos os benefícios que o sistema homeopático possui.

Um deles é o remédio para o câncer feito do próprio DNA da pessoa, mas cobram R$ 100 mil em média, além de outros novos remédios de última geração administrados através de micro doses, que são de uso contínuo para certas doenças crônicas. Estudando homeopatia, você aprende a fazer para si próprio seu auto nosódio por R$20,00, o custo do vidro com o álcool.

Siga seu tratamento homeopático, que pode ser feito estando no início ou já no final da gravidez. Saiba que ele a estará protegendo e a seu bebê de inúmeras doenças agudas e também limpando ou amenizando a predisposição as doenças crônicas que estão no seu código genético.

Dependendo do tempo de gravidez, mesmo no final ou após o nascimento do bebê pode dar a ele - mas por apenas 7 dias - cada uma das dinamizações (número após o nome do remédio) ou apenas você continuar tomando que ele estará ingerindo pelo aleitamento.


Fonte da imagem: greenlimbs.com/wp-content/uploads/2015/04/home.jpg

1º mês- Continuidade no tratamento ou para quem está iniciando agora:


- Sulphur CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea sulp. CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

2º mês


- Thuya CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea carbonica CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

3º mês

- Thuya CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea carbonica CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

4º mês

- Thuya CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea carbonica CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

5º mês

- Phosphorus CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea phosphorica CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

6º mês

- Phosphorus CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea phosphorica CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

7º mês

- Mercurius solubilis CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea fluorica CH5 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.

8º mês

- Mercurius solubilis CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.
- Calcarea fluorica CH6 - 3 gotas em um gole de água 2 vezes ao dia por 15 dias - bebê 1 vez ao dia 7 dias.


Se você tiver alguma dificuldade em adquirir os remédios em farmácias homeopáticas da sua cidade, envie mensagem para duvidahomeopatia@terra.com.br e para comunicacaohomeopatia@terra.com.br que lhe daremos indicação de farmácias.

Também pode ligar para tirar dúvidas no nosso telefone, com custo de ligação local para todo o Brasil 3003-6777.

A Homeopatia não substitui seu pré-natal médico convencional, mas pode caminhar lado a lado com ele, sem haver prejuízo para ambos.

Professora Eliete M M Fagundes
cursohomeopatias@terra.com.br 
 

• Preventivo homeopático na gravidez: As gotas que protegem o futuro do bebê (I parte)

Fonte da imagem: soulguidancedreaminterpretation.files.wordpress.com/2014/11/pregnancy.jpg
A gravidez, seja desejada ou não, é um período de grandes transformações e exige cuidados extras. Fora as preocupações normais neste estado, existem, hoje, os riscos da contaminação com o Zika vírus.

Em primeiro lugar, para quem está grávida, saiba que o estresse e o pânico são extremamente prejudiciais ao bebê por causa da exposição hormonal que ele estará sofrendo, podendo comprometer seu sistema imunológico e a formação de neurônios e neurotransmissores no sistema nervoso. A carga de tensão vivenciada pela mãe altera seu organismo e compromete o do bebê, desde que seja uma sobrecarga por vários dias seguidos, mas lembrando que tudo é extremamente relativo para cada organismo, pois cada grávida tem suas peculiaridades.

E como manter-se calma com tanta notícia aterrorizadora rondando?

Respire conscientemente, faça respirações longas e profundas, não se esqueça de respirar sabendo que está respirando. Isso é muito simples, mas são exatamente estes gestos simples que são muito importantes para o nosso corpo e a nossa mente.
Beba bastante água durante o dia, pois é o melhor remédio que recebemos de presente do universo.

Coma comidas leves várias vezes ao dia, frutas, verduras, legumes e amêndoas, vale as do caroço da manga, da semente da abóbora e melancia, da semente da laranja etc. Estes alimentos possuem alto teor de proteína vegetal que é a fonte da formação de todos os sistemas do bebê.

Faça meditação ou oração várias vezes ao dia, agradeça pelas pequenas coisas boas que ocorrem no seu dia a dia: "Obrigada por eu ter conseguido subir esta escada, obrigada por eu ter água para beber, obrigada por eu ter alguém em quem confiar" etc. Torne o agradecimento como um hábito na sua vida e verá que a sua energia mental e emocional ficarão mais fortes porque não deixará brechas para os maus pensamentos e para a aflição.
Fonte da imagem: kwhomeopathicmedicine.com


Tente dormir cedo e, se possível, cochile, pelo menos 15 minutos depois do almoço. Tente conscientizar-se de que a vida que se forma em seu útero é responsabilidade direta e intransferível sua, o que você pensa, o que você sente, o que você fala, o que você come e o que você bebe. O pai, ajudando ou não, estando presente ou não, não poderá assumir a missão que somente você, que está gerando, deve assumir.

Não dê ouvidos a comentários negativos, responda sempre positivamente àqueles que queiram afetar seu ânimo. Lembre-se de que a cada instante que seu sistema de defesa está diretamente ligado à autoestima, esta deve ser mantida sempre elevada, sem deixar-se abater. Aconteça o que acontecer a sua volta, pense em momentos que a deixaram bem, que a fizeram sorrir, em paisagens ou músicas que causaram comoção em sua alma. Pense em flores, em seu animal de estimação antigo ou atual, no céu azul, em Deus, em um passeio gostoso, qualquer pensamento que a deixe mais tranquila e que a libere da tensão daquele momento ou de uma recordação desagradável.

Se exercitando, tentando reverter um acontecimento que não foi bom ocorrido durante o dia, para um agradecimento, estará ajudando a si e, principalmente, ao seu bebê. Para algumas pessoas é fácil e, para outras, é extremamente difícil porque vivenciam situações inimagináveis para a maioria que tem uma vida "normal", com família composta de pai, mãe, companheiro, com condições econômicas razoáveis que possibilitam alimentar-se 3 vezes ao dia, que possuem uma cama em local adequado para dormir etc.



Quando mais conseguir seguir as orientações acima, mais estará protegida. Este será o maior repelente que poderá ter acesso e que está disponível para quem tem ou não condições econômicas, pois depende exclusivamente da sua vontade em querer colocar em prática.

Ele evita a entrada de vírus, bactérias, fungos, parasitas etc em seu campo vibracional. Os repelentes químicos poderão ajudar, mas o mais certo, barato e infalível é você estar o menos vulnerável possível mental e emocionalmente.

Professora Eliete M M Fagundes
cursohomeopatias@terra.com.br 
 

Mais visualizadas na última semana