• As diferenças entre rinite e sinusite

             Doenças normalmente confundidas precisam de cuidados específicos

Rinite e sinusite podem ser confundidas e precisam de cuidados específicos
(Banco de imagens/Google)

Calor. Frio. Ar seco. Umidade. Poluição. Basta uma brusca mudança no ambiente para duas doenças darem as caras. E com essas alterações elas costumam chegar com tudo. Mas é normal que as pessoas confundam rinite e sinusite. Apesar das doenças possuírem sintomas parecidos, são necessários cuidados específicos para cada uma delas.

O otorrinolaringologista credenciado da Paraná Clínicas, Carlos Maeda, explica as diferenças entre as doenças para que você consiga dormir e acordar com tranquilidade.

Rinite

Trata-se da inflamação da mucosa das cavidades nasais, sendo a mais comum a de origem alérgica. Apresenta sintomas semelhantes ao do resfriado comum, tais como: prurido nasal (coceira), espirros, coriza, associados ou não a lacrimejamento, coceira nos olhos ou tosse. Os sintomas costumam aparecer após a exposição do organismo a ácaros, pelos de animais, poeira, poluição, entre outros.

O tratamento se baseia no controle ambiental e na utilização de medicamentos antialérgicos.  Há ainda a terapia através de vacinas em determinados casos.

Algumas dicas do manejo do ambiente são importantes tais como: manter a casa limpa e ventilada,  exposição solar, limpeza rigorosa dos cômodos, preferir persianas a cortinas comuns, higiene frequente dos bichos de pelúcia.

Sinusite

É a inflamação da mucosa do nariz e dos seios paranasais, melhor denominada de rinossinusite.  Pode ser de causa viral, bacteriana, fúngica, entre outras. Os episódios podem ser agudos, subagudos ou crônicos, dependendo da duração dos sintomas. Geralmente a rinossinusite aguda tem origem através de um resfriado comum ou de uma crise de rinite não tratada adequadamente.

Os sintomas mais frequentes são congestão nasal, associada a secreção nasal de cor amarelada, dor de cabeça e sensação de peso na face, perda do cheiro ou do paladar, secreção na parte posterior do nariz. O diagnóstico é realizado através dos sinais e sintomas, e de um exame físico otorrinolaringológico. O tratamento da fase aguda é realizado através de antibióticos, descongestionantes nasais, analgésicos e irrigação nasal com soro fisiológico.

Nos casos crônicos ou recorrentes, algumas vezes o tratamento medicamentoso não é eficaz. Atualmente, tem-se optado pelo tratamento cirúrgico através da utilização de vídeo endoscopia nasal, com resultados excelentes para o paciente.

Tags: saúde, rinite, sinusite, planos de saúde, curitiba, doenças respiratórias

Sobre a marca


Há mais de 46 anos no mercado, a Paraná Clínicas Planos de Saúde Empresariais oferece soluções em saúde para seus clientes. Atualmente possui sete Centros Integrados de Medicina (CIM), que estão localizados nos bairros Batel (única Unidade Infantil de plano de saúde que oferece atendimento exclusivo 24 horas em Curitiba), Água Verde, Cidade Industrial de Curitiba (CIC) e nos municípios de Araucária, Fazenda Rio Grande, Rio Branco do Sul e São José dos Pinhais.

O CIM - Água Verde, por sua vez, possui mais de 80 consultórios médicos, realiza consultas a partir de 35 especialidades médicas e está posicionado como o primeiro empreendimento da capital paranaense a atender 100% das normas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Outra inovação dessa estrutura é o Hospital Dia, projetado para oferecer o que existe de mais moderno em procedimentos cirúrgicos de baixa-complexidade e que possui 17 leitos.  Já o CIM - CIC, localizado no bairro mais populoso de Curitiba e polo industrial da cidade, foi ampliado em 2013 e, agora, conta com 1.300 m² de área total e atendimento 24 horas para clínica geral e pediatria, com capacidade para realizar consultas médicas eletivas em diversas especialidades e, ainda, de urgência e emergência em clínica geral, ortopedia e pediatria.

Nenhum comentário:

Mais visualizadas na última semana