29/06/2016

• Quer saber antes como ficará o seu sorriso? Já é possível!

Planejamento digital é arma em prol do sorriso perfeito 

Já é possível saber como o seu sorriso ficará antes mesmo de iniciar um tratamento de reabilitação oral. Computadores utilizam de um recurso que ajudam o dentista a projetar como ficarão os dentes de um paciente. O profissional usa fotografias do rosto e do sorriso, que, em seguida, passam por softwares que detectam proporções e medidas do rosto. Esse recurso prevê, ainda, imperfeições, problemas gengivais e as limitações de cada caso. 
Após esta análise, são feitos dentes de cera, que são colocados em um molde no formato da boca do paciente, já feito pelo dentista, que permitirá ver, em proporção real, como ficará o seu sorriso. 
O planejamento digital pode ser usado em diversos tratamentos: estéticos, de reabilitação - no caso de acidentes, por exemplo -, com o uso de facetas, coroas, e próteses sobre dentes e implantes. Embora, a cor, formato do dente e delineamento gengival, somente são estabelecidos após o trabalho realizado. Normalmente, há mais de uma alternativa de tratamento e o paciente deve conhecê-las antes de optar.
É possível levar um sorriso de outra pessoa como referência, para o profissional entender qual a expectativa do paciente, mas nem sempre é o melhor caminho. 
“Alguns pacientes possuem expectativas irreais. É comum restabelecer a estética conforme fotos antigas do próprio paciente. Isto é o que eu tenho prazer em fazer, desenvolver a identidade do sorriso da própria pessoa”, relata a Dra Cristina Gottlieb, especialista nesta área e diretora do The Dental SPA.
Serviço:
The Dental SPA
Drª Cristina Gottlieb
(21) 2132-7277/ 2025-2009 / 3827-7277
Shopping Città América (Av. das Américas, 700 lj 113-C e D, piso térreo - Barra da Tijuca – Rio de Janeiro).

27/06/2016

• Cromopuntura Dental: Ilumina de verdade o seu sorriso


Técnica de tratamento à base de luzes tem eficácia comprovada pela biofísica 

Desde o início dos tempos com as culturas antigas, já acreditava-se na luz do Sol como uma divindade curadora de doenças físicas e mentais. Com o passar dos anos e o aperfeiçoamento das técnicas de estudo da biofísica, foi confirmado por cientistas que o ser humano não possui somente um corpo material, mas sim, também um corpo energético, constituído de luz visível. As células de todos os seres vivos emitem biofótons, que são vibrações eletromagnéticas, e essa radiação forma um campo de força em volta do organismo, contruibuindo para todo o processo bioenergético.
Com todas essas descobertas, foi desenvolvido um tratamento chamado Cromopuntura, que de uma forma geral, é a combinação da cromoterapia - utilização da frequência vibratória das cores para tratamentos da saúde - com a Acupuntura. Cada cor emite uma vibração diferente, portanto, estimula diferentes partes do corpo a partir da queixa de cada paciente.
Pioneira no serviço de Cromopuntura Dental, a The Dental SPA, no mercado desde 1987, é uma das mais conceituadas clínicas dentárias no Rio de Janeiro. Dirigida pela Dra. Cristina Gottlieb, ela explica que a Cromopuntura Dental é uma modalidade de estímulo de pontos energéticos utilizando feixes luminosos para provocar efeitos de auto-regulação metabólica, como ações anti inflamatórias,  regulagem de temperatura, diminuição da dor e  equilíbrio emocional. A Cromopuntura é adaptada para o universo odontológico pela utilização de pontos faciais e reflexos, e a correlação entre os dentes e os órgãos internos,  proporcionando uma leitura ampla que transcende o quadro odontológico propriamente dito. A Dra. Cristina adota uma linha de medicina dental que vê a saúde bucal integrada ao organismo como um todo, onde há uma “via de mão dupla” no que diz respeito ao equilíbrio organico-emocional.
Além disso, a Cromopuntura Dental diminui a substancialmente a necessidade de uso de medicamentos antiinflamatórios no pré e no pós tratamento - que podem prejudicar o fígado e o intestino - , uma vez que a técnica acelera os processos metabólicos e também fortalece os tecidos de uma maneira geral. “A prática também estimula o sistema mitocondrial das células jovens dos tecidos em formação durante o processo de cicatrização, ou seja, ela acelera a velocidade da cicatrização dos tecidos ósseos e gengivais na cirurgia odontológica” explica a Dra. Cristina “As sessões podem variar de acordo com cada paciente,  seu quadro e sua resposta, mas em geral, os efeitos podem ser sentidos a partir da primeira sessão.” Ela declara que não há como dissociar a boca do resto do indivíduo, portanto, o conceito da odontologia holística é fato concreto e já repleto de casuístas testemunhais em 30 anos de clínica.
A The Dental SPA fica localizada no Shopping Città América (Av. das Américas, 700 lj 113-C e D, piso térreo - Barra da Tijuca – Rio de Janeiro). E seus telefones para contato são: (21) 2132-7277/ 2025-2009 / 3827-7277.
Serviço:
The Dental SPA
Drª Cristina Gottlieb
(21) 2132-7277/ 2025-2009 / 3827-7277
Shopping Città América (Av. das Américas, 700 lj 113-C e D, piso térreo - Barra da Tijuca – Rio de Janeiro).

24/06/2016

• Você só come ou também pensa magro?



Especialista em psicologia do emagrecimento explica porque a dieta começa de dentro para fora 
Em uma época em que as redes sociais explodem com fotos sobre cada segundo das vidas das pessoas, a busca pelo corpo perfeito - para saírem bem nessas fotos - é incessante. E não só as mulheres, como também os homens, procuram as mais inusitadas formas de emagrecer - sem ter trabalho. Dietas extremamente restritivas, shakes e sucos detox milagrosos que  prometem enxugar 5kg em uma semana... Apelam até para remédios perigosos sem prescrição médica. Tudo isso para parecerem "menos cheinhos" em uma roupa no final de semana. Aí eu te pergunto, e depois da festa? Engordar tudo de novo é o que você quer? Claro que não. Então precisa mudar sua forma de pensar e se relacionar com a comida.
A psicóloga e coach em emagrecimento, Michele Intrator, explica "Emagrecimento é um processo. Eu ouço muitas pessoas dizerem que é 'só fechar a boca', mas não é por aí. Se fosse simples seguir uma dieta, todos os seguidores das blogueiras fitness estariam esbeltos, mas mudar hábitos não é algo simples e é por isso que a reeducação alimentar começa na cabeça. Se você está correndo na esteira da academia, você não vai desligá-la de uma hora para outra, porque você vai cair. É o mesmo raciocínio para dietas." diz.
Segundo a especialista, as pessoas buscam resultados rápidos, imediatos e, por isso, se frustram. "As pessoas procuram nutricionistas, se matriculam na academia, compram todos os vegetais e legumes da lista, mas estipulam um tempo - muitas vezes irreal - para perderem os quilos que querem perder. E se no decorrer desse tempo o resultado não for visivelmente grande, param." afirma Michelle. "É importante encarar o emagrecimento como algo para a vida toda, e não apenas para diminuir dois números da calça. Você estará investindo tempo, dinheiro, fazendo sacrifícios... Faz realmente a diferença se estiver fazendo por você mesmo e não por outro motivo, para poder entrar com serenidade no processo.", conclui.
De acordo com Michele, a ansiedade é uma das principais razões para desistências, por aumentar a vontade emocional de comer. "Por isso essas milagrosas de uma semana, não funcionam. E o principal motivo é a própria pessoa: ela sente tanta fome, seu humor é alterado e se torna tão desanimador, que desiste. E fica frustrada, porque acha que se nem uma dieta de uma semana ela consegue seguir, não pode nem imaginar uma reeducação alimentar. Se consideram mais fracas dos que a comida" diz.
A psicóloga ressalta ainda que é primordial aceitar que o processo de emagrecimento, assim como todas os outros na vida, não é perfeito. Se você não resistiu àquele brigadeiro depois de comer a salada no almoço, não significa que por causa disso, sua dieta é um fracasso e não adianta mais continuar. O importante é adotar estratégias bem definidas para quando decidir sair da dieta e para voltar, porque a tendência é adotas pensamentos "tudo ou nada" - ou faço tudo direitinho ou não faço nada. E na vida real não funciona assim. Ter flexibilidade é fundamental. O acompanhamento de um profissional em nutrição também é imprescindível para prescrever a melhor combinação de alimentos. Ninguém gosta de se esforçar sem ser recompensado no futuro. Inicialmente é tudo muito novo e é normal ter uma resistência inicial do seu corpo e sua mente a essa mudança. Mas o legal do trabalho é que com o tempo a dieta não é mais um sacrifício. Você aprende que não precisa passar fome e nem se privar dos prazeres da mesa para emagrecer e, assim, gradativamente e sem perceber surge um novo estilo de vida.
A especialista ainda dá dicas de coisinhas para se fazer no dia-a-dia, que treinam o pensamento e evitam a autosabotagem:
1. Se livrar dos lanchinhos engordativos. Se você procura deixar chocolatinhos, bolos, ou qualquer outro tipo de docinho dentro da sua gaveta no trabalho, do criado-mudo em casa, ou até mesmo na geladeira "para não desperdiçar", mude isso. "Dificulte seu acesso a essas tentações."
2. Se for a um buffet self-service, olhe tudo o que está ao seu dispor primeiro, antes de começar a colocar no prato, assim você já tem uma ideia do que escolheria e não acaba pegando "um pouquinho de cada" e enchendo mais o seu prato.
3. Aprenda a distinguir necessidade de desejo. Identifique o que você sente e pensa antes de comer. Não coma no automático.
4. Se ocupe o máximo possível. Isso ajuda a canalizar a sua ansiedade e diminui o a vontade de comer.
5. Diminua o tamanho dos pratos. Assim suas porções também reduzirão.
6. Evite comer vendo TV. "Seu cérebro não estará completamente focado na comida e demorará a reconhecer a saciação.", ressalta.
Para mais informações sobre a psicóloga e coach de emagrecimento Michele Intrator, acesse: www.sopa.clinic

Serviço:
Michele Intrator
Psicóloga e Coach de emagrecimento

22/06/2016

• Você sabia que a saúde também é turística?


Especialista em odontologia exclusiva para estrangeiros explica porque é uma boa investir em turismo de saúde 

Com as Olimpíadas se aproximando, a cidade do Rio de Janeiro ficará repleta de turistas e estrangeiros de todas as partes do mundo. Além dos gastos com os ingressos para as partidas dos jogos olímpicos, estima-se que a cidade movimente mais de US$ 1 bilhão com turismo, sendo ele noturno, cultural e gastronômico. No entanto, não é apenas em eventos esportivos mundiais e no Carnaval que a cidade maravilhosa lucra com a presença dos “gringos” no Brasil. O turismo de saúde anda movimentando cerca de US$60 milhões ao redor do mundo e já começa a crescer - bem - no nosso país.
No Rio de Janeiro, que estará virando cabeças nos próximos meses, a The Dental SPA é pioneira no oferecimento de serviços exclusivos aos estrangeiros. O Dental Tour foi desenvolvido pela dentista e diretora da clínica, a Dra. Cristina Gottlieb. Com algumas formações nos EUA, uma delas inclusive pela NASA, a Dra. Cristina entende bem a importância desse setor. “Tratamentos do mesmo porte nos Estados Unidos e na Europa podem custar até quatro vezes mais caro que os procedimentos realizados aqui no Brasil. No entanto, usamos como gancho a possibilidade do paciente poder conhecer um país maravilhoso como o nosso e ainda realizar um tratamento dentário de alta qualidade.” a Dra. Cristina justifica a preferência. Em comparação a países de primeiro mundo, tratamentos realizados no Brasil chegam a custar 50% menos.
Depois das cirurgias plásticas brasileiras, que já não referência no exterior, os segundos tratamentos mais procurados pelos turistas estrangeiros, são os odontológicos. “O turismo de saúde deve ser encarado com seriedade, pois as responsabilidades são ainda maiores, uma vez que vigoram as leis de ambos os países. E geralmente, as leis de países estrangeiros - principalmente Estados Unidos e países europeus - são mais protecionistas e severas.” ressalta a especialista.
Além desses tratamentos, a procura por atendimentos ortopédicos, cardiológicos e neurológicos também é grande. O setor estima uma visita de 180 mil pacientes de outros países a cada três anos, e só em São Paulo, 18% dos hóspedes de hotéis são turistas de saúde. Mas existem alguns requisitos a serem atendidos pelos profissionais que desejam oferecer seus serviços à estrangeiros: investir em boa qualificação e, no mínimo, dois idiomas, são uns deles.
Também pioneira na implementação de Cromopuntura Dental em sua clínica, no Rio de Janeiro, a Dra. Cristina ressalta a importância de um atendimento de qualidade. “Zelamos pelo paciente em todos os sentidos: na saúde, segurança, conforto, dicas de lazer, e ao final de tanta dedicação e cuidados, ficamos realmente amigos deles. Na verdade, vivemos em uma era de parcerias inteligentes, na qual seriedade profissional e integridade nos relacionamentos são requisitos básicos. Eu diria que este é o segredo do negócio e a ferramenta que nos dá um diferencial.”, argumenta.
Além disso, a The Dental SPA também oferece curso de capacitação para profissionais da área que queiram entrar nesse mercado de turismo odontológico. “Ensinamos todos os profissionais brasileiros, que queiram aplicar melhor seus esforços e talento para esta fatia do mercado. Oferecemos também a possibilidade de franquear clínicas já prontas, com toda a estrutura necessária para este tipo de serviço.” finaliza.
Serviço:
The Dental SPA
Drª Cristina Gottlieb
(21) 2132-7277/ 2025-2009 / 3827-7277
Shopping Città América (Av. das Américas, 700 lj 113-C e D, piso térreo - Barra da Tijuca – Rio de Janeiro.

20/06/2016

• As temperaturas baixam e as alergias começam

Saiba quais alimentos ajudam a amenizar os sintomas 

Atualmente, mais de 16 milhões de pessoas no Brasil sofrem com alergias respitatórias, sejam elas bronquite, asma, rinite ou sinusite. Nessa época fria de outono/inverno, principalmente no Brasil, em que as estações do ano não são muito definidas, a troca constante de temperatura ou até mesmo qualquer ventinho mais gelado podem desencandear uma crise alérgica.

A nutricionista funcional, Dra. Juliana Uyeno, explica que durante esses meses frios, existem alimentos que devem ser incluídos na dieta e que atuam diretamente no auxilio à prevenção de crises alérgicas. Além disso, no inverno, as pessoas tendem a sentir mais vontade de comer, pelo  gasto calórico um pouco aumentado no processo de reaquecimento do corpo, e é na comida que encontramos nossa fonte principal de energia. Mas não é por isso que devemos partir diretamente para os tão deliciosos - e perigosos à balança - carboidratos.
“O ideal é ter uma alimentação balanceada, com uma dieta rica em vitaminas e minerais. Principalmente nessa época fria do ano, a imunidade baixa facilita doenças respiratórias crônicas, como a asma e a rinite, a piorarem.”, afirma a Dra. Juliana.
A especialista ensina quais alimentos saudáveis são capazes de suprir nossa necessidade energética e aumentar a imunidade.
1 - Vitaminas A, C, D e E
Essas vitaminas podem ser encontradas em diversos alimentos e agem de diferentes formas no corpo, principalmente modulando a imunidade. “As vitaminas A e D podem ser encontradas nos ovos e manteiga; verduras e legumes amarelos e vermelhos também contem bastante vitamina A, e a D também pode ser encontrada em determinados peixes, como o salmão e o arenque. Kiwi, acerola, limão, laranja e couve são excelentes exemplos de vitamina C.” diz a especialista. “Vegetais folhosos, trigo e a gema do ovo são boas fontes de Vitamina E.”
2 - Ômega 3
Linhaça, chia e peixes como sardinha ajudam a diminuir as inflamações do aparelho respiratório.
3 - Zinco e Selênio
Estes minerais podem ser encontrados em cereais integrais e oleagionosas - como o castanha do pará, germen de trigo e a semente de girassol - e as carnes em geral são ricas em Zinco. “O selênio é altamente antioxidante e o Zinco é importante tanto para a síntese de células imunológicas como para sua ação de defesa contra vírus, bactérias e fungos.” afirma a especialista.
4 - Água
“O ideal é beber por volta de 8 a 10 copos de água por dia. Além de manter o corpo hidratado, a água ajuda na prevenção de alergias respiratórias por ajudar a expelir o acúmulo de secreção dos brônquios, principalmente durante uma gripe forte.” alerta a Dra. Juliana.
5 - Chá verde
“Além de acelerar o metabolismo de uma maneira geral, o chá verde possui uma substância que bloqueia a histamina e a imunoglobulina, que são os agentes causadores dos desconfortos alérgicos. E com o bloqueio dessa produção, os sintomas diminuem”, diz a Dra. Juliana. 
Segundo a especialista, as sopas magras - ricas em legumes e vegetais - são ótimas aliadas à fome no inverno. “Mas deixem de lado os pãozinhos e torradinhas que acompanham as sopas”, alerta. 
“Chás naturais e frutas também são um ótimo lanche para quando a fome apertar. O gengibre é um ótimo antioxidante, rico em vitamina C e pode ser consumido cru, em forma de chá, refogado e até mesmo adicionado à sucos. Uma outra ótima forma de diminuir a compulsão por carboidratos e doces, é o consumo da canela. Ela também facilita a digestão e é termogênica, auxiliando no emagrecimento.”, aconselha a nutricionista.
6 - Aveia
A aveia em flocos e principalmente o farelo de aveia são ricos em um tipo de fibra chamada beta glucana, que estimula anticorpos e outros componentes que participam de nossa resposta imune frente a virus, bactérias e outros invasores.
Juliana Eiko Uyeno 
Nutricionista CRN3 36632
Especialista em Saúde, Nutrição e Alimentação Infantil - EPM/Unifesp
Pós graduada em Nutrição Clínica Funcional - VP/Unicsul
Pós graduanda em Fitoterapia - IUCAP
 
Clínica Spac
Av. Vereador José Diniz, 3.707 - Cj. 62 - Campo Belo - São Paulo - SP - Brasil
 
Clínica Physioterapia
Av. Angélica, 2.355 - Cj. 111- Higienópolis - São Paulo - SP - Brasil
 
Website: www.julianauyeno.com.br 
Instagram: @nutrijulianauyeno
FanPage Facebook: Nutricionista Funcional Juliana Uyeno
 
"Faça do teu alimento o teu medicamento" (Hipócrates)

17/06/2016

• Inverno, melhor estação para fazer peeling


Tratamento é um dos serviços oferecidos pela Aktionpaz

Falta menos de uma semana para a chegada do inverno, e com ele, além dos dias mais frios, vem também o melhor período para fazer procedimentos estéticos, principalmente os peelings. É que nesta época do ano não ficamos tão expostos ao sol.


Segundo a esteticista, Raquel de Oliveira, que trabalha há 22 anos no ramo e desde 2014 atende na Aktionpaz, clínica de fisioterapia e treinamento esportivo, essa é sem dúvida a melhor estação para cuidar da pele com acne e manchas.

“O peeling é um processo inflamatório, que ajuda a renovar a pele, e após a sessão é preciso ficar pelo menos uns 15 dias sem uma exposição maior os sol”, explica Raquel.

Ela comenta ainda que este é um bom período para quem quer se preparar para a chegada do verão.

E umas da opções é o Yellow Peel, um peeling superficial com agentes clareadores, anti-oxidantes e anti-inflamatórios. Ele estimula a produção de colágeno e elastina, reduzindo o melasma, manchas, acne e as rugas.

O procedimento é contraindicado para gestantes e pessoas com peles muito sensíveis.

E neste mês a Aktionpaz está com uma promoção. Entre 21 de junho e 21 de julho de 2016, quem fizer uma sessão de peeling, no valor de R$ 180,00, ganha uma sessão de hidratação* (*essa hidratação será realizada 15 dias após a escamação da pele – para informação o valor da hidratação é R$ 130,00).

A sessão de peeling dura uma hora e para um bom resultado são necessárias pelo menos três sessões.

“O número de sessões pode variar de acordo com a pele do cliente. Por isso é muito importante fazer uma avaliação. É neste encontro que será definido o quantas vão ser necessárias”, destaca a esteticista.

Interessados pode marcar uma avaliação gratuita na clínica pelos telefones 48 3337-2004 ou 48 3065-9522.                                     

15/06/2016

• Qualidade de vida no inverno

Saiba por que é importante manter hábitos saudáveis na estação mais fria do ano.

No próximo dia 20 de junho inicia oficialmente o inverno. A estação mais fria do ano acaba nos deixando mais sedentários e reclusos. No entanto, deveríamos nos ater para que a famosa “preguicinha” de inverno acabe por prejudicar a nossa saúde física e mental. 

Segundo a psiquiatra, Deisy Mendes Porto, da Associação Catarinense de Psiquiatria, ACP, além das temperaturas mais baixas, no inverno os dias são mais curtos e há menor radiação solar, podendo impactar na produção e liberação de serotonina e melatonina – neurotransmissores envolvidos no ciclo de sono e vigília, na concentração e no humor como um todo: “Antes mesmo que qualquer mudança nesse sistema de neurotrasmissores possa causar algum impacto, a tendência é sair menos de casa, socializar menos, reduzir a prática de atividade física, ficarmos mais reflexivos e até mais tristes”, destaca a psiquiatra.

A dica neste caso é não “congelar” com a estação. Por isso, mexa-se!

Confira abaixo algumas dicas importantes para ter um inverno ainda mais feliz:

- Atividade física: é importante o ano inteiro, pois auxilia no controle da ansiedade e tem impacto positivo no humor;

- Alimentação: mantenha uma alimentação saudável e não se esqueça de beber água;

- Sono: é importante dar atenção ao sono, mantes horários regulares de dormir e acordar;

- Sol: alguns minutos de sol ao longo do dia são importantes para manutenção do metabolismo de vitamina D, importantes para os osso e humor;

- Diversão: não abandone as atividades de lazer e sociais;

Então, vá vestir uma roupa adequada, coloque um sorriso no rosto e bom inverno!

13/06/2016

• CRISE EXISTENCIAL: QUEM NUNCA TEVE?

Por Prof. Dr. Mario Louzã, médico psiquiatra, doutor em Medicina pela Universidade de Würzburg, Alemanha. Membro Filiado do Instituto de Psicanálise da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (CRMSP 34330)

Seja aos 18 ou aos 40 anos, quem nunca se questionou sobre sua vida: será que estou feliz no trabalho? Será que estou com a pessoa certa? Será que quero ter filhos? Ao longo de milhares, talvez milhões de anos, a espécie humana adquiriu a capacidade de refletir sobre si e o ambiente. O homem se deu conta de sua existência, percebeu que nasce, se desenvolve, envelhece e morre. Ao longo de sua existência, o homem se questiona e busca respostas para o fenômeno da vida, especialmente de sua vida.

De modo geral, os questionamentos encontram respostas que o tranquilizam e o homem segue sua trajetória relativamente feliz consigo mesmo. Eventualmente, porém, algumas questões não encontram respostas ou a vida lhe apresenta uma situação que o leva a uma reflexão mais profunda, e ele se sente diante de uma encruzilhada, devendo decidir qual direção tomar. Muitas vezes a escolha é dolorosa. Um bom exemplo se encontra no filme “A escolha de Sofia”, de 1982. Sofia (Meryl Streep), presa num campo de concentração nazista, é obrigada a escolher qual de seus dois filhos será morto. Se recusasse escolher, ambos seriam executados.

Uma crise existencial não é considerada propriamente uma doença ou um diagnóstico médico. Envolve, em geral, uma situação-limite para a pessoa, um questionamento sobre algum aspecto profundo e essencial de sua existência. Difere claramente de uma crise situacional, como um divórcio, por exemplo, ou uma crise inerente às diversas etapas da vida (adolescência ou meia-idade). Crises situacionais podem convergir e se aprofundar a ponto de se tornarem uma crise existencial. Quando ela se aprofunda, a pessoa pode vir a desenvolver uma depressão, que requer cuidado médico especializado.

As crises e adversidades da vida ocorrem de modo quase sempre imprevisível; a forma de lidar com a crise dependerá, em boa parte, da capacidade de resiliência da pessoa, em última análise de sua personalidade. Se a crise é muito intensa ou a pessoa tem pouca resiliência, ela precisará de ajuda profissional para lidar com a adversidade e desenvolver seu potencial de resiliência, de modo a ficar mais preparada para uma possível nova crise que a vida possa trazer. Psicoterapias, especialmente a Psicanálise, proporcionam a possibilidade de desenvolvimento pessoal, a partir da investigação do modo de ser da pessoa. A medida que a pessoa amplia e aprofunda o conhecimento de si mesma, passa a dispor de novos instrumentos para lidar melhor com as crises e dúvidas inevitáveis durante a vida.

10/06/2016

• É impossível ser feliz sozinho?

Coach fala sobre o amor nos tempos atuais 

Na voz de Tom Jobim, fundamental é mesmo o amor. Os casais das décadas passadas casavam-se mais cedo, tinha mais filhos e separavam-se mais dificilmente. Hoje, algumas pessoas afirmam que o amor tornou-se banalizado, dito da boca para fora ou sem significado algum.
O mês de junho é marcado pelos apaixonados, que comemoram a relação no dia 12. Pensando nisso, o coach João Alexandre Borba aborda alguns temas referentes às relações amorosas que ainda estão presentes na sociedade atual.
Na visão do coach, muitas pessoas são infelizes consigo mesmas e buscam um relacionamento como fuga para seus reais problemas. “Essa ansiedade em encontrar alguém para dividir uma vida reflete diversos problemas ao mesmo tempo. Um deles é a angústia em não conseguir ficar só consigo mesmo. Muitas pessoas não aprenderam a se apaixonarem por elas mesmas e a serem para sim mesmas, boas companhias”.
 A busca por um relacionamento hoje em dia se dá muito mais pela exibição nas redes sociais do que propriamente por um desejo de encontrar um parceiro. “A internet tornou o termo mais difundido e com isso muitos têm dito “eu te amo” como um bom dia”, afirma João Alexandre. O termo é utilizado atualmente como uma maneira de acelerar o relacionamento, levando-o a uma falsa segurança de que assim o compromisso está se firmando.
 O amor se reflete em pequenas ações do cotidiano. Engana-se quem pensa que um relacionamento sobrevive de grandes demonstrações de amor. Uma relação duradoura sobrevive de pequenos e profundos gestos. É importante conhecer seu parceiro e ver o q é essencial para ele. Muitas vzs o q agrada o outro, não necessariamente me agradaria.
Sendo assim, para o coach, “o relacionamento é uma parceria e é preciso muito diálogo para torná-lo leve e promissor. Amar é oferecer ao outro o seu melhor e aceitar o próximo com seus defeitos e qualidades. É entender que o outro é um ser único e especial. É claro que as diferenças sempre existirão, mas quando o amor está presente, fica mais fácil superá-las”, finaliza.
Serviço: 
João Alexandre Borba 
Co-CEO do Instituto Internacional Japonês de Coaching e Psicólogo 

08/06/2016

• Por que lidar com o envelhecimento é difícil?

Psicóloga explica as implicações do processo de envelhecer para homens e mulheres 

Cronologicamente, o envelhecimento é encarado como uma fase final, na qual toma ideia de término da vida. Algumas pessoas desenvolvem medo, já outras se orgulham dos cabelos brancos, das rugas de expressão, pois mostram maturidade, vivência e experiência. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o número de idosos no Brasil alcança 12% da população total e tende a triplicar até 2050.
 
De acordo com Carla Ribeiro, Psicóloga Clínica e Hospitalar com Formação Cognitiva Comportamental e vasta experiência em consultório clínico, homens e mulheres começam a se preocupar com essa questão do envelhecimento na meia idade, pois já viveram inúmeras experiências e possuem expectativas para o futuro, para o que acontecerá no decorrer dos próximos anos. As mulheres geralmente se preocupam mais com a aparência do que os homens. Já no caso dos homens,o desempenho sexual é o agravante principal nessa fase da vida.
 
Na área há quase 20 anos, a profissional explica que o envelhecer torna-se difícil quando a pessoa não está preparada para essa fase. O envelhecimento é uma questão bastante pessoal de acordo com o preparo individual de cada um. “Nesses casos, inúmeros ‘fantasmas’ surgem, como, por exemplo, o medo de ficar sozinho e contrair doenças, “continuarei sendo respeitado?”,  “minha aposentadoria dará o suficiente para minhas necessidades?”. Algumas pessoas têm medos relacionados à estética, preocupando-se com a textura da pele, a capacidade física, a maneira de se vestir”, diz.
 
Para evitar os sintomas de depressãopor exemplo, que atinge um grande número de idosos pelo fato de muitas vezes ver-se sozinho, o ideal é buscar estar em grupo. Amigos e conhecidos devem ser resgatados, pois a família é muito importante em situações como essa. O idoso precisa de rotina e atividades, até mesmo recomendadas, e tomar cuidado com a alimentação. Em casos assim, a psicóloga frisa: “respeite o idoso com suas particularidades e suas memórias. Não queira modernizá-lo se ele não quiser. Incentive-o a fazer movimento com o corpo e a mente, mas respeite os limites dele”.
 
A melhor recomendação, segundo Carla, é ter consciência de que todo mundo envelhece. E o importante é envelhecer com saúde e com desejo de fazer de sua vida ainda melhor. Trata-se de um ciclo da vida, que vem para todos. Nesse momentoo ideal é pensar nas coisas pelas quais passou e também as que deixou de fazer.
 
Serviço
Carla Ribeiro
Psicóloga Clínica e Hospitalar voltada para Saúde do Homem

06/06/2016

• Toxina botulínica e ácido hialurônico podem ser soluções para problemas odontológicos


Dores na musculatura da cabeça ou aparentemente uma simples dor de cabeça recorrente são sintomas que podem estar relacionados com problemas mais graves da boca. Um tratamento coadjuvante pode ser encontrado na aplicação da toxina botulínica. A substância pode representar parte da solução para tratar problemas relacionados ao bruxismo, dor tensional, assimetria facial e sorriso gengivoso.
Além disso, ausência do volume de gengiva e lábios podem ocorrer devido a perdas dentárias mais extensas e antigas. Uma recuperação do volume pode proporcionar a melhoria do tônus muscular, a mastigação e a fala - funções que podem ser recuperadas após reabilitações dentárias associadas a aplicações do ácido hialurônico.
Para estimular a identificação desses distúrbios, o curso de Odontologia da Universidade Positivo (UP) promove, nesta quinta-feira (9), a primeira triagem. A iniciativa é gratuita e acontece no câmpus Ecoville da UP, a partir das 14h. Após o diagnóstico, o paciente poderá iniciar o tratamento na própria Clínica Odontológica da universidade. Todo o procedimento é feito por professores do curso e profissionais já formados, sendo assim, os custos são menores que os do mercado.
Segundo o coordenador do curso de extensão em Aplicação do Ácido Hialurônico e Toxina Botulínica na Odontologia da UP e coordenador da iniciativa, João Zielak, muitas vezes o paciente convive com os problemas sem saber onde está a causa. “A falta de conhecimento sobre o real motivo acaba gerando incômodo durante muito tempo”, explica.
Serviço:
Triagem para diagnóstico de disfunções da boca
Data: 9 de junho, das 14h às 17h
Local: Clínica Odontológica da Universidade Positivo, no câmpus Ecoville | Avenida  Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300, Bloco Marrom
Como fazer: o paciente deve ligar e agendar o horário da triagem pelo telefone (41) 3317-3488.
Sobre a Universidade Positivo
A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 54 cursos de Graduação (30 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 24 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. Em Curitiba, a UP conta com três campus: Ecoville, que ocupa uma área de 424,8 mil metros quadrados, Praça Osório, no centro da cidade, e Mercês – Catarina Labouré, este último dedicado ao curso de Enfermagem. Lançou, em 2013, seu programa de Educação à Distância, com dezenas de polos em todo o país. Segundo as avaliações do Ministério da Educação, é considerada uma das melhores universidades privadas do Brasil.

03/06/2016

• Você perde a respiração durante o sono?

Cuidado! Apneia do sono pode levar à morte 

Ronco, sonolência excessiva durante o dia, falta de memória, problemas de concentração, irritabilidade e dores de cabeça. Esses são os principais sintomas da síndrome da apneia obstrutiva do sono, doença acomete principalmente homens, ou mulheres que já estão na menopausa. Em casos mais severos, a doença pode levar à morte por parada cardíaca.
Caracterizada pelo fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta durante o sono, a apneia pode interromper a respiração por até 40 segundos. São essas paradas respiratórias que fazem com que o indivíduo tenha pequenos despertares durante a noite, que interrompem o sono e prejudicam o descanso. 
”Durante o dia, a pessoa sente uma sonolência excessiva enquanto assiste à TV, a uma palestra ou mesmo enquanto dirige”, explica Dra. Cristina Jardelino do Centro de Deformidades da Face. “Outros sintomas como falta de concentração, fadiga, alteração de humor, perda de memória e libido também são comuns.”, completa a Dra. Cristina.
Pacientes com mais de cinco paradas respiratórias por hora de sono já são diagnosticados com apneia. Quando esse número sobe para trinta o caso é considerado grave e merece atenção especial. No Brasil, os números apontam um risco de 32% em um período de nove anos “A doença é progressiva e a tendência é piorar com o tempo. Quanto mais o paciente demora para iniciar o tratamento, mais grave a apneia fica”, alerta o Dr. Alexandre Maurity, cirurgião bucomaxilofacial do Centro de Deformidades da Face. Segundo o especialista, a morte da pessoa com apneia pode ser causada por um infarto agudo.
Apesar de ter uma maior incidência em homens, a apneia noturna pode também afetar mulheres na menopausa ou qualquer pessoa que tenha problemas respiratórios no nariz. As chances de desenvolver a doença aumentam em pessoas que tenham problemas com peso, nasais ou que consumam álcool. 
”Por ser uma interrupção da passagem de ar pela garganta durante o sono, a apneia pode ainda ser causada por um encaixe errado dos dentes ou pela deformidade de posicionamento da mandíbula ou maxila. Tais alterações maxilomandibulares são melhores corrigidas por meio de uma cirurgia ortognática, que reposiciona os maxilares e cria uma via aérea permeável e livre. Com a cirurgia ortognática a via aérea fica maior, permitindo que o indivíduo respire melhor”, explica Maurity.
Fatores que aumentam as chances de apneia:
- Aumento de peso;
- Envelhecimento;
- Predisposição genética;
- Problemas nasais (como alergia, desvio de septo e sinusite);
- Uso de substâncias, a exemplo de álcool e remédios.
No entanto, a atenção não deve ser voltada apenas aos adultos. Crianças e adolescentes com problemas nasais ou com alergia respiratória também podem desenvolver a apneia do sono. Especialistas em neurologia dizem que a diferença é que nas crianças, a apneia se manifesta com uma hiperatividade. E alertam para o fato de que crianças com a doença tendem a ir mal na escola, por ficarem irritadas e com dificuldade de concentração. Elas podem ter ainda uma dificuldade de crescimento, uma vez que o hormônio do crescimento é produzido durante o sono. No entanto, quando a apneia é tratada, a produção do hormônio GH, responsável pelo crescimento, volta ao normal. 
Quando diagnosticada com exames detalhados feitos no paciente a apneia possui tratamento e, em alguns casos, pode ser curada. Os tratamentos para estes problemas são diversos e variam entre 19 com intervenção cirúrgica e 13 não cirúrgicos.
Entre os não cirúrgicos, vale citar um simples aparelho oral que tem por objetivo estabilizar a mandíbula em posição protruída enquanto a pessoa dorme. Também existe o CPAP que é o que possui o maior índice de sucesso, mostrando ser efetivo na redução da apneia. Ele age expandindo pneumaticamente a via aérea faríngea através de uma máscara nasal que o paciente usa enquanto dorme.
Dentre os cirúrgicos, de acordo com os especialistas do Centro de Deformidades da Face, podemos citar, com propriedade, a cirurgia de avanço e recuo maxilomandibular (cirurgia ortognática) que é realizada nos pacientes que apresentam retrusão de mandíbula ou maxilar. Os pacientes com perfil de “passarinho” ou os que apresentam “queixo” muito para frente são candidatos a cirurgia ortognática, pois possuem as vias aéreas encurtadas.  Esta cirurgia é realizada por dentro da boca, portanto não deixa cicatrizes.
Curiosidade:
Você Sabia? A apneia grave se não tratada pode matar em 10 anos. Apneicos têm dificuldades de perda de peso, disfunção sexual e risco de morte súbita.
Quer saber mais sobre este assunto? Acesse o site do Centro de Deformidades da Face (www.cdfrio.com.br) e procure um especialista.
Serviço:
CDF Rio – Centro de Deformidades da Face do Rio de Janeiro
Dr. Bruno Chagas
Dr. Alexandre Maurity
Dra. Cristina Jardelino

01/06/2016

• Grávidas também podem ser fitness

Profissional explica a importância da prática de exercícios durante a gestação

Muitas futuras mamães aproveitam a gravidez para se libertarem das dietas e exagerarem no consumo das mais diferentes comidas. As mudanças pelas quais o corpo da mulher passa durante a gestação e o aumento considerável da produção hormonal, são sim motivos suficientes para uma fatia a mais de bolo de chocolate e desejos estranhos que enlouquecem a vida dos maridos. Porém, também é importante saber balancear essas vontades com práticas e dietas saudáveis, para assegurar uma gestação livre de problemas para a mãe e o bebê.
A personal gestante Roberta Gabriel, consultora do quadro "Mamãe Gentil" exibido pela TV Globo com a repórter Fernanda Gentil, que acompanha a gestação famosas - como Tainá Muller e Manuela Duarte (estreou na novela “Escrava Mãe” na TV Record na ultima terça-feira dia 31/05) -, conta que embora de forma limitada, as mulheres podem e devem praticar exercícios físicos durante a gravidez. “Qualquer exercício é válido para a gestante desde que orientado por um profissional especializado, que entenda quais são as reais necessidades e limitações de cada trimestre de gestação. Gravidez não é doença. Com acompanhamento médico e de um educador físico especializado, a gestante pode, sim, ter uma qualidade de vida muito melhor.” diz a profissional.
Diferente do que muita gente pode pensar, os exercícios durante a gravidez estão longe de serem somente uma adaptação de excerícios regulares com uma carga reduzida. As grávidas precisam de muita atenção à area lombar, que fica sobrecarregada pelo peso da barriga, ao abdomen e ao assoalho pélvico, para garantir uma maior elasticidade em casos de partos naturais. “O personal gestante é um educador físico especializado em planejamento de exercícios para gestantes e puérperas, que são as mulheres que deram à luz há pouco tempo. A verdade é que as pessoas têm medo de mulher grávida, por conta dos problemas que podem acontecer no meio do caminho. Por isso é legal ter alguém por perto que seja dedicado ao assunto”, completa Roberta Gabriel.
Além dos benefícios do controle de peso da gestante e do aumento do tônus muscular das áreas afetadas pela gravidez, os exercícios físicos contribuem diretamente para o desenvolvimento do feto através do aumento da oxigenação e fluxo sanguíneo - que ajudam na melhor formação dos órgãos do bebê -, e diminuem as changes de obesidade e diabetes durante o crescimento da criança.
Manter o corpo ativo durante a gravidez diminui inchaços, controla o surgimento de doenças gestacionais como a diabetes e a hipertensão; melhora a qualidade do sono, aumentando a sensação de bem-estar, principalmente nos últimos meses em que o desconforto é maior; e ajuda na diminuição do descontrole hormonal, com a liberação das endorfinas no corpo - hormônios analgésicos responsáveis pelo alívio das dores e a sensações de prazer e tranquilidade.
Os exercícios aprovados pelos médicos para as gestantes, incluem: Hidroginástica, pela ausência de impacto; Yoga e Pilates, que focam na postura, muito importante nesse período; Musculação, com carga e intensidade moderadas, e exercícios escolhidos com muito cuidado e adaptados à necessidade da gravidez; e a Corrida, se já for antes praticada pela mãe.
Mas atenção, mamães! Cuidado redobrado às articulações, à respiração e à frequência cardíaca, - que não deve ultrapassar 140 batimentos por minuto -, alerta a profissional.
Serviço:
Roberta Gabriel
Personal Gestante
CREF: 039927 - G/RJ
Tel. / WhatsApp: 21 96883-7474
contato@academiadagestante.com

Mais visualizadas na última semana