• QUEM PRATICA CORRIDA PODE SOFRER DE TENDINITE PATELAR – SAIBA O QUE É E COMO SE CUIDAR


Por Dr. Sérgio Costa, Ortopedista com Especialização em Cirurgia de Joelho, Artroscopia e Próteses pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP); Pós-Graduado pela Faculdade de Medicina da USP em Ortopedia e Traumatologia; Mestre pela USP; e Coordenador da Equipe Médica do Hospital São Luiz, unidade Itaim

A prática da corrida tem sido cada vez mais aderida por quem quer perder peso ou apenas mantê-lo. No entanto, poucos sabem que um problema comum nos atletas corredores é a tendinite patelar. O tendão patelar está localizado abaixo da patela (osso situado na parte anterior do joelho) e faz a ligação entre ela e o osso da perna, a tíbia. A tendinite patelar, também chamada de “joelho de saltador”, é a inflamação deste tendão.

Causas da Tendinite Patelar
A tendinite patelar afeta o tendão do músculo anterior da coxa (quadríceps) e é provocada pela falta de alongamento e excesso de treinos, ultrapassando o limite da elasticidade e resistência do tendão. Outras causas são o desequilíbrio dos músculos da coxa, além de também estar associada com o desalinhamento dos membros inferiores, como pé plano (chato), joelho valgo (desalinhamento lateral dos joelhos) e quadris largos (principalmente em mulheres). 

Sintomas
A inflamação do tendão causa dores localizadas bem abaixo do osso patelar. O corredor poderá sentir desconforto em atividades corriqueiras, como subir e descer escadas; permanecer por muito tempo sentado com pernas cruzadas; ou usar salto alto.

Tratamento
O uso de analgésicos e anti-inflamatórios costuma ser recomendado para diminuir a dor e o processo inflamatório. Após alguns dias (sete, em média), inicia-se o processo de fisioterapia que também auxilia na diminuição da dor e da inflamação, além de ajustar os movimentos do joelho e, assim, diminuir a sobrecarga sobre o tendão.

Vale lembrar que, antes de iniciar qualquer atividade física (principalmente se você for sedentário e quiser praticar um exercício de alto impacto como a corrida), é fundamental buscar orientação de um profissional de saúde especializado. Ele deve fazer um acompanhamento e indicar a forma como você irá praticar o exercício, respeitando seu atual condicionamento físico.

Nenhum comentário:

Mais visualizadas na última semana