Saiba como cuidar da sua pele após o verão


Conheça o passo a passo de uma limpeza de pele profunda
 

Com o verão costumamos aproveitar intensamente férias, praia e dias ensolarados. Mas isso tudo acaba deixando sua pele maltratada pelo calor, sol e o vento forte dessa temporada. Agora o verão acabou e, com a chegada do outono, a pele do rosto precisa ser limpa e renovada. A higiene feita em casa não é suficiente em remover toda a sujeira impregnada. Recomenda-se uma limpeza de pele profunda, com um profissional dermatologista, Fisioterapeuta ou esteticista qualificadas.
A especialista, Ana Gil, conta que a limpeza de pele profunda, realizada por um profissional, é realmente capaz de eliminar as impurezas, poluição e resíduos de maquiagens. “Através dela removemos o excesso de células da capa córnea (células mortas), cravos, espinhas e mílliuns (bolinhas de sebo sob a pele) – desobstruindo, higienizando e recuperando a maciez, brilho e a vitalidade da pele”, ressalta Ana.
A profissional ainda acrescenta que esse procedimento de limpeza é realizado através de aparelhos e técnicas manuais, com cosméticos apropriados. Cada sessão dura em média uma hora e meia e é fundamental seguir um passo a passo, com cada etapa bem definida. 
Proprietária do Espaço Ana Gil, clínica de estética, pilates e fisoterapia, Ana Gil explica as etapas da limpeza de pele profunda:
1.    Assepsia – Primeiro a pele é higienizada, com loções de limpeza adstringentes e desengordurantes, escolhidos de acordo com o tipo de pele. Com o objetivo de remover maquiagem, cosméticos e até mesmo impurezas superficiais decorrentes de poluição e oleosidade;
2.    Esfoliação – Em seguida é feita a aplicação de produtos específicos com efeito abrasivo (esfoliantes), eliminando resíduos mais profundos e promovendo um afinamento da camada mais superficial da pele, facilitando a extração de cravos e acnes que não estejam inflamadas;
3.    Emoliência – Logo depois é aplicada uma emulsão emoliente por compressa e é lançado sobre a face do cliente o vapor de ozônio, que é definido como a vaporização de água limpa, que promove um maior “amolecimento da pele” e abertura dos poros, facilitando a extração. No vapor está o ozônio, que tem ação bactericida, fungicida e germicida e também impede a recontaminação da pele por bactérias que sejam removidas durante a limpeza.
4.    Extração – Nessa etapa os cravos são espremidos de forma manual ou com instrumentos como curetas e pinças de extração e os mílliuns com a ajuda de uma micro agulha. A extração deve ser feita delicadamente e devagar de forma que o paciente sinta-se confortável;
5.    Alta frequência: Se trata de um aparelho usado para cicatrizar e atuar como anti-inflamatório sobre os pontos da pele que sofreram micro lesões. Além disso, tem propriedades importantes como: fungicida (ação destrutiva de certos fungos), bactericida e bacteriostática (destrói e controla a proliferação de algumas bactérias);
6.    Máscaras: Na sequência temos o procedimento de finalização, a máscara é escolhida de acordo com o tipo de pele do paciente. Normalmente, opta-se pelas de efeito cicatrizante, secativo e adstringente.
7.    Massagem: A seguir é realizada uma massagem suave, com finalidade relaxante e terapêutica, com loções tônicas e/ou calmantes, promovendo redução de possíveis irritações da pele.
8.    Filtro solar: Para finalizar, temos a aplicação do protetor solar. É a última etapa e deve ser utilizado em forma de gel ou loção, para não obstruir os poros. O fator de proteção deve ser igual ou superior a 30 FPS. O intuito é evitar marcas pela exposição à claridade, independente de ser dia ou noite.
A especialista ainda alerta para os cuidados importantes que se deve ter nos dois primeiros dias após o procedimento, “Aconselha-se a não exposição ao sol – para evitar manchas – e são indicados produtos com propriedades calmantes, como a água termal. Quando necessário, recomenda-se a aplicação de produtos cicatrizantes, visto que os procedimentos de limpeza, em especial, a extração dos cravos, podem sensibilizar e irritar a pele, que tende a ficar vermelha”, aconselha Ana Gil.
Ana Gil
  • Graduada em Fisioterapia (IBMR)
  • Pós-graduada em Anatomia Humana e Biomecânica (UCB)
  • Especialista em Reeducação Postural Global - RPG (Instituto PhilipeSouchard)
  • Mestre em Educação Física (EEFD/UFRJ)
  • Autora do livro Core & Training: Pilates, Plataforma Vibratória e Treinamento Funcional (Editora Ícone)
  • Proprietária do Espaço Ana Gil: clínica de fisioterapia, estética e Pilates na Barra da Tijuca
  • Docente de cursos de pós-graduação Lato sensu da UCB, UCP, UNIRN
  • Professora de cursos de capacitação e palestras de grandes eventos e instituições em todo o Brasil.
  • Espaço Ana Gil: 21 2439-8600 / 98173-9765
  • Site: www.espacoanagil.com.br
  • E-mail: ana@espacoanagil.com.br
  • Fanpage e Instagran: @espacoanagil

Nenhum comentário:

Mais visualizadas na última semana